Publicado 26/03/2020 - 21h25 - Atualizado 26/03/2020 - 21h25

Por Estadão Conteúdo


O presidente Jair Bolsonaro afirmou, sobre as medidas de contenção do novo coronavírus, que "essa neurose de fechar tudo não está dando certo". Segundo o presidente, para "combater um vírus, estão matando o paciente". "Há uma relação direta entre o porcentual de pessoas desempregadas e a violência", disse durante transmissão semanal ao vivo. "Sem grana tu morre de fome, morre de depressão, de suicídio", defendeu Bolsonaro.

O chefe do Executivo voltou a defender a amenização das medidas de isolamento e disse que tem conversado para redirecionar a quarentena para o modelo "vertical", para idosos e portadores de comorbidades.

Bolsonaro disse ter conversado com o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, sobre a produção de cloroquina - ainda sem eficácia comprovada para o combate ao novo coronavírus - no Laboratório Químico e Farmacêutico do Exército (LQFEx) e afirmou que a fabricação "está a todo vapor".

Escrito por:

Estadão Conteúdo