Publicado 21/02/2020 - 12h40 - Atualizado 21/02/2020 - 12h42

Por Agência Brasil

Apesar da vitória, o time mineiro está fora da Sul-Ameircana

Reprodução/Twitter

Apesar da vitória, o time mineiro está fora da Sul-Ameircana

"Não tenho que olhar para trás. Posso olhar o futuro com muita expectativa pela demonstração da equipe." Como essas palavras, o técnico Rafael Dudamel avaliou a vitória de 2 a 0 do Atlético Mineiro sobre o Union Santa Fé, da Argentina, ontem (20) à noite na Arena Independência em Belo Horizonte.
Os gols do venezuelano Otero e do meia Hyoran, entretanto, não foram suficientes para os mineiros reverterem os três gols de vantagem do jogo na Argentina. O comandante venezuelano encontrou o vilão para mais essa eliminação do Galo: o preparo físico. "Esses mata-matas são decididos em pequenos detalhes. Acho que nos faltou aquela gasolina extra em vários momentos determinantes da partida."
Derrota na Argentina
Para o meia Hyoran, ex-Palmeiras e Chapecoense, esse foi o principal pecado da equipe. "Demos o máximo. Sabíamos que era muito difícil. A estratégia era abafá-los. E deu certo no primeiro tempo com os dois gols. Pressionamos também no segundo. Mas, não deu. A gente fica triste. O pecado foi a ida lá na Argentina. Não poderíamos ter tomado aqueles três gols", disse o meia, autor do segundo gol do Atlético, em entrevista à DAZN.
Três zagueiros
A principal novidade da escalação de ontem foi o esquema com três zagueiros: Igor Rabelo (pela direita), Réver (como "líbero") e Gabriel (pela esquerda). "Esses jogadores me permitiram, na rotação de bola, encontrar bons espaços para o Guga e para o Arana nas alas", avaliou o comandante.
Restante da temporada
Depois da primeira eliminação do ano, resta ao Atlético brigar pelo título do Campeonato Mineiro (no qual ocupa a quarta posição), da Copa do Brasil (na próxima semana haverá o confronto contra o Afogados de Pernambuco) e do Campeonato Brasileiro no segundo semestre.
Outros jogos
Depois de fazer 2x0 na Colômbia, o Millonários foi até La Paz e, com a derrota por 1x0 para o Always Ready, se garantiu na próxima fase da Sul-americana. O Fénix do Uruguai é outra equipe classificada, depois da vitória em casa e do empate fora contra o El Nacional, do Equador. O Emelec do Equador também segue adiante na competição. A classificação veio com 5x0 no placar agregado contra o Blooming da Bolívia

Escrito por:

Agência Brasil