Publicado 14/02/2020 - 16h37 - Atualizado 14/02/2020 - 16h42

Por Estadão Conteúdo

O Manchester City de Pep Guardiola está fora das duas próximas edições da Liga Campeões

AFP

O Manchester City de Pep Guardiola está fora das duas próximas edições da Liga Campeões

A Uefa anunciou nesta sexta-feira que o Manchester City foi banido das duas próximas edições da Liga dos Campeões ou de qualquer outra competição europeia e multado em 30 milhões de euros (aproximadamente R$ 140 milhões) pelo descumprimento da regras do Fair-Play Financeiro da entidade.
De acordo com a Uefa, o clube cometeu "violações graves" ao regulamento, um mecanismo criado pela organização para evitar que os clubes gastem valores superiores aos que forem arrecadados. A Uefa entendeu que o Manchester City tentou burlar as regras ao inflar falsamente as receitas obtidas com patrocínios, em uma investigação iniciada após o vazamento de documentos que demonstravam
O Manchester City, em comunicado, prometeu recorrer da decisão da Uefa, levando o caso até a última instância esportiva, a Corte Arbitral do Esporte. Se mantida a decisão da Uefa, o Manchester City está fora das edições de 2020/2021 e 2021/2022 da Liga dos Campeões. Na atual temporada, o clube inglês, dirigido por Pep Guardiola, está classificado às oitavas de final e vai enfrentar o Real Madrid.
Confira o comunicado divulgado pela UEFA
"A UEFA toma nota da decisão da Câmara Adjudicatória independente do Organismo de Controle Financeiro de Clubes (CFCB), publicada hoje, que inclui o seguinte resumo de seu conteúdo e efeito a ser anunciado conforme exigido pelas Regras Processuais que regem o CFCB:
“Após uma audiência realizada em 22 de janeiro de 2020, a Câmara Adjudicatória do Organismo de Controle Financeiro de Clubes da UEFA (CFCB), presidida por José da Cunha Rodrigues, notificou hoje o Manchester City Football Club da decisão final sobre o caso encaminhado pelo CFCB Investigador Chefe.
A Câmara Adjudicatória, tendo considerado todas as evidências, constatou que o Manchester City Football Club cometeu violações graves dos Regulamentos de Licenciamento de Clube e Jogo Financeiro da UEFA, exagerando sua receita de patrocínio em suas contas e nas informações de equilíbrio enviadas à UEFA entre 2012 e 2016.

Escrito por:

Estadão Conteúdo