Publicado 01/03/2020 - 06h00 - Atualizado 28/02/2020 - 14h12

Por Do Correio

Ripari - Novo grupo de teatro

Reprodução

Ripari - Novo grupo de teatro

RIPARI - AGORA NÔVO GRUPO DE TEATRO
Um grupo de jovens, semanalmente tem encontro marcado na igreja dos Mormons, no Castelo. O cabeça e Marco Antonio Ripari. O assunto predominante é teatro. Cada qual procura fazer seu comentário, na ânsia de contribuir para que o grupo organizado por Marco alcance o sucesso almejado. Aliás, o caminho escolhido pelo idealizador do "Ripari-Agora", promete, realmente, bons resultados. Marco, além do entusiasmo que caracteriza todo amador, é um jovem que está ciente da necessidade de estudar muito para poder realizar o seu ideal. Tanto que vai fazer curso de interpretação e não se descuida em ler tudo que se refira ao complexo cênico. Preparando-se, racionalmente ele terá condições de transmitir aos componentes do seu grupo, as noções indispensáveis para a elaboração de um espetáculo consciente.
 
ÔNIBUS CAMPINAS-SANTOS ESTÁ AINDA EM ESTUDO
Instituição de uma linha de ônibus direta entre Campinas e Santos tem servido de tema para muitas reportagens do "Correio Popular", que muito vem se batendo por essa providência, num reconhecimento absoluto de sua necessidade e de maneira a atender os desejos de muitos campineiros, os quais, para fazerem uma viagem dessa natureza, sentem as agruras dos embarques e desembarques na Rodoviária de São Paulo, seguidos do transporte para o da praça Clovis Bevilacqua. Por essa ligação, igualmente, se empenham o deputado Jamil Gadia e vereadores da nossa Edilidade, até organizando uma Comissão Especial.
 
NIXON RECONHECE A IMPORTÂNCIA DO PETRÓLEO DA VENEZUELA
O presidente Richard Nixon reconheceu a importância primordial que o petróleo tem para a Venezuela, declarou ontem o ministro venezuelano de Minas e Hidrocarburos, Hugo Perez La Salvia, depois de entrevistar-se com o primeiro mandatário norte-americano. Em uma entrevista à imprensa na embaixada da Venezuela, o ministro afirmou que Nixon "está muito bem inteirado, conhece o problema muito bem". Acrescentou que o chefe da Casa Branca, com quem conversou ontem quinze minutos pouco depois do meio-dia, manifestou sua vontade de encontrar uma fórmula ou sistema satisfatórios para todos os países afetados na hora de formular uma nova política de importações petrolíferas.

Escrito por:

Do Correio