Publicado 27/02/2020 - 06h00 - Atualizado 26/02/2020 - 14h11

Por Do Correio

Favela cresce defronte à escola

Reprodução

Favela cresce defronte à escola

PROBLEMAS DA ESCOLA DO NOSSA SENHORA AUXILIADORA
A construção terminou em fevereiro de 1969, mas o prédio permaneceu fechado o ano todo, enquanto no bairro, paupérrimo, muitas crianças ficavam sem escola. A afirmação é absolutamente correta: basta verificar-se a lista de crianças que estão sendo matriculadas agora, ou conversar com suas famílias. No primeiro ano primário estão sendo aceitas crianças de nove, dez, onze e doze anos, que nunca frequentaram escola antes, porque não havia vagas na redondeza. A construção desta escola no Bairro de Nossa Senhora Auxiliadora é sólida e funcional. As salas de aulas e demais acomodações são amplas, claras e apropriadas, devendo atender perfeitamente ao fim a que se destinam. Foram, a princípio, destinadas a mais uma Escola Parque, mas recentemente, através de um convênio, o prédio foi cedido ao Estado.
 
MÉDICI FALA DA NOSSA POLÍTICA BRASILEIRA
As importantes definições do Presidente da República, sobre o quadro político nacional e o pensamento do chefe da nação a respeito dos próximos pleitos de outubro e novembro serão conhecidos amanhã às 20,30 horas, durante a exibição do "video-tape" gravado hoje no Palácio da Alvorada por ocasião da primeira entrevista coletiva a imprensa concedida pelo general Médici depois de eleito. Respondendo a quinze perguntas formuladas pelos representantes da imprensa credenciada no Palácio do Planalto, o presidente Médici fará algumas revelações que surpreenderão os analistas políticos do país, com detalhes exatos da crise que culminou com o fechamento do congresso em dezembro de 1968 e os problemas anteriores aquela onda de agitação que levou os estudantes às ruas.
 
ENTRA EM VIGOR HOJE A NOVA CARTA DA O.E.A
A nova carta da Organização dos Estados Americanos (OEA), que entrará em vigor, sexta-feira, 27 de fevereiro, produzirá reformas fundamentais na organização para dar-lhe mais agilidade e dinamismo. Entre essas reformas, especialistas interamericanos destacaram a seguinte: O novo órgão supremo da O.E.A., a Assembléia Geral, reunir-se-á todos os anos e não cada cinco, como seu predecessor, a Conferência Interamericana, formulará a política e determinará a ação.

Escrito por:

Do Correio