Publicado 26/02/2020 - 06h00 - Atualizado 20/02/2020 - 14h14

Por Do Correio

Pombas no Largo do Rosário

Reprodução

Pombas no Largo do Rosário

NOSSAS POMBAS PODEM FICAR, SEM PROBLEMAS
A Pomba vai ser alvo de uma guerra em Hannover, uma cidade da Alemanha. É que lá se descobriu que o símbolo da paz é o maior veiculador de duas doenças de difícil diagnóstico, a toxoplasmose, capaz de provocar até abortos em mulheres grávidas e a ornitose, que na melhor das hipóteses não passa de um resfriado, mas pode chegar à pneumonia. Ao mesmo tempo em que as agências telegráficas internacionais despejavam esta notícia pelos telex de todo o mundo, em Nova York, a Prefeitura decidia exterminar com todos os pombos das praças públicas, pelo mesmo motivo.
 
NA CIDADE DE MOGI-GUAÇÚ, UM PESADELO
A cidade de Mogi-Guaçu, com seus 40 mil habitantes vive um pesadêlo terrível desde a madrugada do sábado: 1500 famílias estão desabrigadas pela inundação que atingiu quase toda a cidade, em menos de 20 horas. O rio, que subiu à razão de 18 centímetros por hora, baixa agora à razão de apenas um centímetro, no mesmo período. A Guarnição Militar, a Fôrça Publica (8.o BP) e o Corpo de Bombeiros, mais algumas viaturas da Prefeitura Municipal, estão levando o apoio de Campinas à cidade flagelada. Socorros de emergência foram organizados, e há um Centro de Planejamento coordenando a ação assistencial em toda a cidade.
 
POMPIDOU: EUA E FRANÇA LUTAM PELOS MESMOS IDEAIS
O presidente da Republica Francesa, Georges Pompidou, manifestou seu otimismo no resultado das relações franco-norte-americanas no discurso que pronunciou por motivo do banquete oferecido em sua honra pelo presidente Richard Nixon. Georges Pompidou, presidente da França, precisou que seu otimismo era baseado em duas razões: "Primeiro, porque hoje, melhor do que nunca, nós nos compreendemos e permita-me dizer-lhe que seu critério pessoal das coisas, não é alheio a isso, como o senhor já, demonstrou na entrevista que celebrou há um ano com o general de Gaulle". "Os países europeus e a França, disse Pompidou, aspiram ser donos de seus próprios destinos".

Escrito por:

Do Correio