Publicado 21/02/2020 - 23h41 - Atualizado 21/02/2020 - 23h41

Por AFP


O número de novos diagnósticos positivos do coronavírus dobrou na Coreia do Sul, chegando a 142 casos, o que eleva o total de infectados para 346, informaram as autoridades locais neste sábado (noite de sexta-feira no Brasil).

De acordo com o Centro Coreano de Controle e Prevenção de Doenças, uma pessoa faleceu nas últimas 24 horas, elevando a dois o total de mortes por COVID-19 no país.

Entre os novos casos detectados, 92 estão internados no hospital da cidade de Cheongdo (no sudeste do país) e têm relação com os membros de uma seita religiosa.

Mais de 150 membros da seita cristã, a "Igreja de Jesus Shincheonji", com sede na cidade de Daegu, a quarta maior da Coreia do Sul, com mais de 2,5 milhões de habitantes, estão infectados.

A contaminação começou quando uma idosa de 61 anos, que não sabia que estava doente, frequentou os serviços religiosos do templo.

A cidade de Cheongdo, a cerca de 27 quilômetros ao sul de Daegu, é o local de nascimento do fundador da Shincheonji, Lee Man-hee.

As autoridades locais descobriram que a idosa esteve no hospital Cheongdo há três semanas, onde foi realizado o funeral de seu irmão.

cdl/rma /lca

Escrito por:

AFP