Publicado 14/01/2020 - 14h34 - Atualizado 14/01/2020 - 14h36

Por Estadão Conteúdo

Em 144 jogos a frente do clube catalão, foram 97 vitórias, 32 empates e 15 derrotas

OLI SCARFF / AFP

Em 144 jogos a frente do clube catalão, foram 97 vitórias, 32 empates e 15 derrotas

Poucas horas depois de ser demitido do Barcelona, em decisão anunciada no final da noite de segunda-feira, o técnico Ernesto Valverde publicou nesta terça, através do site oficial do clube catalão, uma emocionante carta de despedida. O agora ex-comandante da equipe fez agradecimentos e desejou sorte ao técnico Quique Setién, que irá substituí-lo.
"Meu tempo como treinador do Barcelona chegou ao fim. Foram dois anos e meio intensos desde o início. Neste período, desfrutei de alguns momentos de alegria celebrando vitórias e troféus, mas também outros que foram duros e difíceis. No entanto, acima de tudo, gostaria de destacar minha experiência com os torcedores e o carinho demonstrado por mim durante meu tempo como treinador", disse Valverde.
No comando do Barcelona, o treinador foi eliminado de duas edições da Liga dos Campeões da Europa com derrotas por goleada - para Roma, em 2018, e Liverpool, em 2019 - e não conseguia apresentar um futebol regular. A eliminação nas semifinais da Supercopa da Espanha com o revés de virada por 3 a 2 para o Atlético de Madrid, na semana passada, foi o fim da linha para o treinador.
No entanto, não foram apenas as eliminações que marcaram a passagem do técnico no clube catalão. Valverde conquistou quatro títulos: dois Campeonatos Espanhóis, uma Copa do Rei e uma Supercopa da Espanha. Em 144 jogos foram 97 vitórias, 32 empates e 15 derrotas.
"Gostaria de agradecer ao presidente Josep Maria Bartomeu e ao Conselho de Administração por me dar a oportunidade de treinar a equipe e sua confiança durante todo esse tempo. Também gostaria de agradecer a todas as pessoas com quem trabalhei no clube por seu apoio e como elas me trataram durante as duas temporadas e meia, especialmente aquelas que trabalham dentro e ao redor da equipe e com quem eu compartilhei tantos momentos na Cidade Esportiva e durante as viagens. Obviamente, gostaria de agradecer aos jogadores por todos os esforços que nos permitiram conquistar quatro troféus juntos. A partir de hoje, desejo a eles toda sorte do mundo e também ao novo treinador Quique Setién", finalizou.
SUÁREZ
Quem fez questão de enaltecer o trabalho de Valverde no Barcelona foi o centroavante Luis Suárez. Nesta terça-feira, o uruguaio ressaltou o aprendizado que teve profissionalmente com o treinador. "Muito obrigado, senhor, por todos os momentos em que vivemos como profissionais. Eu mantenho a coisa positiva que você me ensinou e o grande ser humano que você é. Obrigado a você e a todos os seus funcionários pelo profissionalismo. Desejo-lhe boa sorte em tudo o que vem para o futuro!", disse.

Escrito por:

Estadão Conteúdo