Publicado 14/01/2020 - 10h44 - Atualizado 14/01/2020 - 10h45

Por Gustavo Magnusson

Jogadores do Londrina comemoram o gol de cabeça que eliminou a Ponte Preta da Copa São Paulo: repeteco do que aconteceu na primeira fase

Gustavo Oliveira/Londrina EC

Jogadores do Londrina comemoram o gol de cabeça que eliminou a Ponte Preta da Copa São Paulo: repeteco do que aconteceu na primeira fase

A Ponte Preta até tentou resistir, mas não aguentou a superioridade técnica do Londrina, tomou um gol no fim do jogo e está eliminada da Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2020. Após classificação heróica contra o Santos no último sábado, a Macaca foi derrotada por 1 a 0 para o adversário paranaense no Estádio Zezinho Magalhães, ontem, em Jaú, a exemplo do que já havia acontecido na fase de grupos da competição, quando o gol da equipe adversária também saiu depois dos 40 minutos do segundo tempo.
O primeiro tempo começou com ampla superioridade do Londrina, que dominou as ações e pressionou, mas não soube aproveitar as oportunidades para abrir o marcador. Aos 10', João Mafra chutou, mas a bola desviou na marcação e saiu à direita da meta do goleiro Caio. Aos 17', o arqueiro pontepretano fez grande defesa em chute do atacante Juan. A Ponte Preta só acordou na partida aos 21', quando Marquinhos finalizou à esquerda do gol do Londrina. A partir de então, a partida passou a ficar um pouco mais equilibrada, com as equipes alternando bons momentos. Aos 33', Igor Maduro chutou com perigo de fora da área.
O segundo tempo começou parelho e a primeira chance foi da Ponte Preta, em chute de longa distância de Renato que parou no goleiro Maltos. Depois disso, pouca coisa aconteceu, já que o cansaço físico dos dois times ficou evidente. Quando a partida parecia se encaminhar para os pênaltis, Zé Pedro subiu sozinho para colocar, de cabeça, no fundo das redes após cobrança de falta lateral de Wendell, aos 42’. A Ponte até tentou esboçar uma reação, mas já não havia tempo para mais nada.
O adversário do Londrina nas oitavas de final da Copinha será o Botafogo-SP, que eliminou ontem o Atlético-GO nos pênaltis por 3 a 0, após empate por 1 a 1 no tempo normal.

Escrito por:

Gustavo Magnusson