Publicado 15 de Janeiro de 2020 - 9h14

Por Da Agência Anhanguera

Droga estava armazenada dentro do tanque de uma carreta de óleo vegetal, segundo o órgão, que informou ainda que a entrega seria na Bahia

Divulgação/PRF

Droga estava armazenada dentro do tanque de uma carreta de óleo vegetal, segundo o órgão, que informou ainda que a entrega seria na Bahia

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), de Cristalina, em Goiás, apreendeu cerca de 1,1 tonelada de cocaína, dentro do tanque de uma carreta de óleo vegetal. Segundo o órgão federal, o motorista afirmou ter acoplado a carreta em Campinas e a entregaria em Luiz Eduardo Magalhães, na Bahia. O caso aconteceu na tarde do último domingo, na BR-050.

O nome do motorista não foi divulgado. Campinas já tem uma conexão aérea utilizada pelos criminosos internacionais, e esse flagrante coloca a cidade na rota terrestre nacional. já que, segundo a PRF de Goiás, está foi a maior apreensão de cocaína pela PRF na região do Distrito Federal e entorno.

De acordo com a PRF, a localização da droga se deu durante fiscalização na rodovia, por volta de meio dia. Uma equipe de policiais rodoviários federais resolveu abordar um caminhão que seguia do sentido Catalão (GO) para Cristalina (GO), na altura do km 110.

Os policiais desconfiaram do nervosismo do motorista que fazia uma rota não comum com o veículo aparentemente vazio. Durante a abordagem, o motorista afirmou que havia acoplado a carreta em Campinas.

O veículo foi levado para a Unidade Operacional da PRF em Santa Maria (DF), onde foi aberto o tanque e constatada a carga ilícita.

A carga estava dentro do tanque que é utilizado para transporte de óleo vegetal. Os policiais contaram com o apoio do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal (CBMDF) para abrir o tanque. Ao todo, foram localizados 1.100 tabletes com cerca de 1 kg cada de cocaína.

O motorista do veículo foi preso e encaminhado com a droga para a Polícia Federal em Brasília. O caminhão passará por uma perícia, uma vez que apresentava suspeita de adulteração. O condutor do caminhão responderá pelo crime de tráfico de drogas. Não foi informado de qual cidade era o motorista.

Histórico

Segundo a PRF, esse foi um grande marco na apreensão de drogas para a história da PRF na região do Distrito Federal (DF) e entorno. Em 2018, foram somente 1,4 kg de cocaína apreendido, enquanto em 2019 o número foi de 27,8 kg. Para as substâncias análogas à maconha em 2018 o número foi de 1,3 toneladas apreendidas e em 2019, foram 502 kg apreendidos nas estradas que cortam o DF e entorno.

Viracopos

De acordo com balanço divulgado em novembro do último ano, foram apreendidos 270,96kg de drogas no Aeroporto Internacional de Viracopos em 2019 , enquanto os agentes localizaram 36,88kg durante 2018, cerca de 634% a mais entre um período e outro. O número de detidos também cresceu somando foram 36 em 2019 contra 9 no ano anterior.

Maconha

A Polícia Civil de Campinas prendeu, na tarde desta segunda-feira (13), um homem, de 36 anos, com 370 tijolos de maconha. O suspeito transportava a droga em um Siena, com placas de Esmeralda/MG, e foi detido por agentes do 5º Distrito Policial (DP) que realizavam serviço de intimação no bairro Chácaras São Matinho, próximo ao Parque Jambeiro. Os tijolos totalizaram 326 quilos. O suspeito é da Capital e não tinha passagem criminal.

Os tijolos estavam amontoados e distribuídos entre o porta-malas e a parte do banco traseiro, que foi retirado. Eles estavam cobertos. O veículo tinha vidro insulfilmado.

Os policiais passavam na Rua Emília Serra Otranto quando avistaram o Siena e suspeitaram do veículo. Os agentes tentaram pesquisar a placa, mas não conseguiram pelo fato de estar suja de barro, eles deram sinal de parada, mas o motorista não obedeceu e saiu em alta velocidade.

Como o bairro não é pavimentado e as vias estavam esburacadas, o suspeito caiu em uma vala e um dos pneus do veículo estourou. Segundo os policiais, o motorista não reagiu e se entregou.

A droga foi apreendida e periciada pelo Instituto de Criminalística (IC). Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o entorpecente foi encaminhado para a Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise) da cidade, até sua incineração. As investigações seguem para apurar a origem da droga e seu destino.

O homem foi preso em flagrante e indiciado por tráfico de drogas. Ele foi recolhido à cadeia anexa ao 2º DP de Campinas. O veículo foi apreendido e será encaminhado para o pátio da Polícia Civil., em Cosmopólis. (com Agências)

Escrito por:

Da Agência Anhanguera