Publicado 18/01/2020 - 06h00 - Atualizado 17/01/2020 - 14h38

Por Do Correio

O Instituto Penido Burnier

Reprodução

O Instituto Penido Burnier

CINQUENTENÁRIO DO INSTITUTO PENIDO BURNIER
Não há necessidade de se falar aqui, em têrmos do estabelecimento hospitalar ou de emprêsa bem organizada, isto sem tecer considerações ao valor dos profissionais que ali clinicam, o que seja ou que representa o Instituto Penido Burnier para Campinas, São Paulo e todo o País. E no próximo mês de maio o Instituto Penido Burnier estará comemorando a passagem do seu cinquentenário de instalação, isto para honra e glória do seu fundador, o dr. João Penido Burnier. Um programa adequado marcará a data, que é realmente de expressivo relêvo para Campinas.
 
SINDICATOS ENVIAM MEMORIAL A MÉDICI
Uma Comissão de líderes sindicais, formada pelos srs. Francisco Mendes, Adilio Vitachi, Otávio da Silva Leme, Oswaldo Pera e Guilherme de Oliveira Simões, vai entregar o memorial ao presidente Médici, protestando contra o aumento de impostos municipais e solicitando providências cabíveis no caso em apreço. Os sindicatos expõem a real situação criada por essa majoração brutal dos tributos, afirmando que os trabalhadores não têm condições de atender ao aumento de impostos determinado pelo executivo municipal. Diante da exposição feita, os trabalhadores pedem intervenção direta no município de Campinas, "com o fim de reduzir os impostos lançados pela Prefeitura bitolando-os à política econômico-financeira do govêrno federal, o sentido de combater-se gradualmente a inflação, contendo, também, a elevação do custo de vida".
 
OJUKWU FUGIU DE BIAFRA DISFARÇADO DE SACERDOTE
Disfarçado de sacerdote e numa padiola cercado de um pequeno grupo de fiéis, assim teria saído de Biafra o general Dumegwu Ojukwu, segundo informes chegados a Londres e citados pela BBC e pelo "Evening Standard". Nessas condições Ojukwu teria saído as escondidas do Aeroporto de Uli, de onde teria passado para o Gabão e Costa do Marfim, para o mar e por fim um avião com destino a França. As informações não esclarecem se o dirigente biafres está ainda na França ou não. O general biafres Philip Effiong, destituiu ao general Ojukwu, líder secessionista, mediante um golpe de estado, sem efusão de sangue, revelou hoje aqui uma fonte autorizada nigeriana.

Escrito por:

Do Correio