Publicado 14/01/2020 - 06h00 - Atualizado 13/01/2020 - 14h28

Por Do Correio

Filas para consulta no INPS

Reprodução

Filas para consulta no INPS

MARQUE SUA CONSULTA NO INPS. O DIA INTEIRO
Para acabar com as filas da madrugada, que os segurados formam defronte aos ambulatórios da agência em Campinas, o INPS adotou o sistema de marcar consultas — antecipadamente — permitindo assim, e em parte, até mesmo a escolha de determinados especialistas, mais famosos. Em tese, o programa deveria ter dado resultado. Ao invés de enfrentar durante toda a madrugada uma fila que só andava depois das cinco horas, os segurados do Instituto Nacional da Previdência Social, passaram a poder ir a hora em que quiserem, marcar para algum tempo depois, a sua consulta, e dependendo da urgência do caso, até com o seu médico preferido. Todavia, e talvez por falta de orientação e preparo do público para a inovação, isto não está acontecendo. As filas continuam nas ruas, agora muito maiores.
 
ABOLIDA CERTIDÃO NEGATIVA PARA VIAGENS
O secretário da Receita Federal, sr. Antonio Amilcar de Oliveira Lima, anunciou em entrevista a imprensa, que a medida mais importante aprovada pela IV.a Reunião Nacional dos Superintendentes da Receita Federal, foi a abolição da exigência de certidão negativa do Imposto de Renda, para viagem ao exterior. A medida, fritou, uma vez homologada pelo Ministro deverá entrar em vigor ainda no decorrer dêste mês. Com isso pretendem as autoridades fazendárias desburocratizar o processo administrativo, sem prejuízo para o controle tributário, uma vez que a certidão vai ser substituída por declaração do viajante, informando seu numero no cadastro geral de contribuintes, o numero de viagens ao exterior efetuadas no ano, e declarando estar quite com o Tributo".
 
RENDIÇÃO MACIÇA DE TROPAS BIAFRESAS
O comando militar federal anunciou esta noite aqui a primeira rendição maciça de tropas biafresas. Essa rendição maciça, 6.000 soldados, é a primeira que se anunciou depois da ordem de "depor as armas de modo ordenado", dada ontem pelo administrador de Biafra, general Philip Effiong. Esses soldados renderam-se nos quarto e quinto setores de comando da Primeira Divisão do Exército da Nigéria. O comando militar nigeriano absteve-se de indicar em que lugar preciso da frente se encontram esses dois setores. O chefe de Estado nigeriano, general Yakuda Gowon, anunciou ontem à noite ter dado instruções às tropas federais para que se preparem para uma rendição macica do exercito biafrês.

Escrito por:

Do Correio