Publicado 09/01/2020 - 06h00 - Atualizado 08/01/2020 - 14h22

Por Do Correio

Moradores do Jardim Guarani

Reprodução

Moradores do Jardim Guarani

CAMPINAS: JARDIM GUARANI AGORA TEM ÁGUA
Falando ontem durante a entrega de mais um serviço de água em um núcleo residencial da cidade, o prefeito Orestes Quércia ressaltou a importância do melhoramento para o Jardim Guarani, cuja população há tempos reivindicava abastecimento de água feita anteriormente através de uns dos caminhões da Municipalidade. Dezenas de populares aglomeraram-se no local da cerimonia, onde estavam também presentes os srs. Antonio Rodrigues dos Santos Junior, vereador; dr. Lauro Pericles Gonçalves, presidente do DAE, e outros assessores do chefe do Executivo. Durante sua oração o prefeito Orestes Quércia afirmou que no seu primeiro ano de governo encontrou sérias dificuldades para que pudesse dotar os bairros de melhoramentos públicos.
 
MAIOR INCENTIVO AO CAFÉ DE CAMPINAS
Em reunião da qual participaram o Secretario Antonio Rodrigues Filho, Diretores de todas as Divisões Regionais Agrícolas do Estado e a Comissão Executiva do Plano de Café do Govêrno do Estado, a Secretaria da Agricultura decidiu duplicar e até triplicar as co-tas de vários Municípios da Divisão Regional Agrícola de Campinas, dentro do Plano de Renovação da Cafeicultura. O aumento de cotas para a região de Campinas foi consequência de remanejamento do Plano, aproveitando-se as sobras apresentadas pelas diversas regiões do Estado.
 
OS EUA QUEREM CRIAR UMA POTENTE FÔRÇA ESTRATÉGICA
Os Estados Unidos estão se inclinando mais em favor da criação de uma potente força estratégica do que a ampliação da rede defensiva de salva-guarda, segundo palavras que o secretário da Defesa, Melvin Laird pronunciou ontem. Em uma entrevista à imprensa, Laird insistiu em particular na intensificação da construção de foguetes intercontinentais soviéticos SS-9 e nas contra medidas que isto poderá impor aos Estados Unidos. Laird sublinhou que a criação de uma força devastadora de 420 mísseis soviéticos do inferido tipo, poderia ocorrer antes de 1974, período revisto pelo Pentágono. A alternativa considerada pelo Pentágono reside no bombardeiro estratégico atualmente em estudo e no deslocamento de foguetes navais "Super-Polaris" ou "Super-Poseidon", esclareceu o secretário da Defesa.

Escrito por:

Do Correio