Publicado 14/12/2019 - 13h31 - Atualizado 14/12/2019 - 13h31

Por Carlos Rodrigues

Torcida Guarani

Cedoc/ RAC

Torcida Guarani

O Campeonato Paulista começa daqui menos de 40 dias e, por enquanto, o Guarani sequer tem um esboço de elenco para a próxima temporada. Sem ainda ter anunciado contratações e só resolvido a renovação do volante Deivid, o Bugre corre contra o tempo para superar as limitações financeiras e tentar montar um plantel competitivo para o técnico Thiago Carpini. O esperado pacotão de reforços ainda não apareceu, mas a expectativa é que as novidades comecem a surgir a partir de semana que vem.
Com o técnico Thiago Carpini no Rio de Janeiro realizando o curso de especialização da CBF, as negociações são conduzidas pelo superintendente de futebol Michel Alves e com a participação do presidente Ricardo Moisés. Nos bastidores, especula-se que um bom número de jogadores já estão com a situação encaminhada, mas as confirmações só ocorrerão após a assinatura do contrato. O goleiro Rodrigo Viana e o zagueiro Ednei são duas dessas peças, mas os acertos ainda não foram finalizados.
Ao mesmo tempo, é prioridade do departamento de futebol tentar resolver o futuro de jogadores que já estavam no clube e que há desejo da comissão técnica pela permanência. Como Arthur Rezende deve ser anunciado pelo Bahia e Lenon não terá seu vínculo renovado, os que ainda podem estender o contrato são o zagueiro Luiz Gustavo, o volante Igor Henrique e o meia Lucas Crispim. Para isso, o clube tenta equacionar suas finanças, já que ainda não foram pagos o 13º salário e premiações combinadas com o elenco.
A reapresentação bugrina acontecerá no dia 2 ou 3 de janeiro e a partir do 6 está prevista uma semana de pré-temporada fora de Campinas — instalações em Monte Sião, Itu e Sorocaba foram visitadas, mas o local ainda não foi definido. A estreia do Guarani no Paulista acontece no dia 22, contra a Internacional, em Limeira.

Escrito por:

Carlos Rodrigues