Publicado 13/12/2019 - 11h58 - Atualizado 13/12/2019 - 11h58

Por Gustavo Magnusson

Alisson Safira atuou pelo Londrina em 19 partidas da Série B de 2019 e marcou seis gols: atacante foi o terceiro artilheiro do Paulistão de 2018

Cedoc/RAC

Alisson Safira atuou pelo Londrina em 19 partidas da Série B de 2019 e marcou seis gols: atacante foi o terceiro artilheiro do Paulistão de 2018

Após anunciar na semana passada as contratações do zagueiro Alisson e do volante Bruno Reis junto ao Operário-PR, a Ponte Preta confirmou a chegada do atacante Alisson Safira, de 24 anos. Trata-se do terceiro reforço oficializado pelo clube para a próxima temporada, sendo o primeiro com características ofensivas de origem.
Atleta pertencente ao Londrina, Safira virá ao Moisés Lucarelli por empréstimo de um ano. A negociação estava encaminhada desde a semana passada, mas ainda restava a assinatura final do clube paranaense para viabilizar o acerto. A Ponte Preta aguarda o jogador no início de janeiro para a realização de exames médicos.
Nesta temporada, Alisson Safira atuou pelo Londrina em 19 partidas da Série B e marcou seis gols. Em setembro, ele foi repassado por empréstimo ao CSA para a disputa da reta final do Campeonato Brasileiro. Com a camisa da equipe alagoana, Safira foi utilizado em sete oportunidades, sendo escalado apenas em uma como titular, mas não anotou nenhum gol.
Na última Série B, Safira registrou índice de 59,5% de dribles certos, número acima da média da competição (55%). Dentre os pontas direitas que jogaram mais do que 19 jogos, ele foi o 5º ponta direita que mais marcou gols, empatado com Júnior Todinho, do Cuiabá, e Morato, do Bragantino. Alisson Safira mede 1,85m, pesa 72 kg e é destro.
Natural do Paraná, Safira volta a defender uma equipe do interior paulista após defender as cores do Novorizontino no Campeonato Paulista de 2018, quando foi o artilheiro da equipe e terceiro maior goleador da competição, com quatro gols. Na ocasião, o Novorizontino se classificou para as quartas de final, mas foi eliminado pelo Palmeiras.
A expectativa é que a Ponte Preta anuncie ainda hoje novidades a respeito do lateral-direito Apodi (CSA), do meio-campista João Paulo (Avaí) e do atacante Zé Roberto (São Bento), nomes que integram a lista de reforços do clube.
Time viaja até interior do Rio Grande do Sul
A Ponte Preta vai visitar o Novo Hamburgo, do Rio Grande do Sul, pela primeira fase da Copa do Brasil de 2020. A definição aconteceu após sorteio realizado ontem na sede da CBF, no Rio de Janeiro. 
De acordo com o regulamento da competição, a Ponte Preta vai enfrentar a equipe gaúcha em jogo único no Estádio do Vale, na cidade de Novo Hamburgo, interior do Rio Grande do Sul, com a vantagem de jogar pelo empate para avançar à próxima fase. Desta forma, a Ponte vai precisar percorrer 1.220 km, a quarta maior distância dentre todas as oito possibilidades de viagens que a equipe comandada por Gilson Kleina poderia ser submetida nesta primeira fase da competição.
Atualmente, o Novo Hamburgo não possui vaga em divisão do Brasileiro.
Somente pela participação na primeira fase da Copa do Brasil, a Ponte Preta vai embolsar o valor de R$ 550 mil como premiação. Se avançar para a segunda fase, a Ponte terá pela frente Galvez-AC ou Vila Nova-GO. Um hipotético oponente na terceira fase pode ser o Atlético-MG.
A data e o horário do duelo entre Novo Hamburgo e Ponte Preta ainda não foram anunciados pela CBF. A Copa do Brasil de 2020 será disputada a partir do dia 5 de fevereiro e segue até 16 de setembro.

Escrito por:

Gustavo Magnusson