Publicado 28/12/2019 - 06h00 - Atualizado 20/12/2019 - 14h52

Por Do Correio

Fila do INPS em Campinas

Reprodução

Fila do INPS em Campinas

INPS: PORQUE ESTA FILA, NA MADRUGADA?
Um dos maiores problemas sociais de Campinas, com efeito direto principalmente nas camadas mais humildes da população, é a fila do Instituto Nacional da Previdência Social, que todas as madrugadas vai se formando a partir das 3 horas, defronte aos prédios do ambulatório médico da avenida Campos Salles e da própria agência, na rua Marechal Deodoro. Homens e mulheres de todas as idades, segurados do INPS ou seus dependentes, formam o cordão humano que alonga-se por enormes distâncias, contornando quarteirões e aumentando de volume a cada dia. Enquanto ibso, o INPS apresenta suas razões: diz que a fila existe em função da escolha de determinados médicos, preferidos, que há deficiência de pessoal em algumas especialidades e que por norma, cada clinico deve atender apenas de 12 a 15 previdenciários por dia.
 
VAI MUDAR TUDO NO CURSO COLEGIAL
A reforma do segundo ciclo, o chamado Colégio (que compreende os cursos Clássico e Científico) adotada pelo governo do Estado, unificando as duas séries iniciais, que agora são iguais para todos, indistintamente, vai mudar tudo no que diz respeito ao curso colegial. Desta forma, o estudante verá, daqui para frente, adiado por dois anos o momento importante e delicado da opção. Até agora, o estudante era obrigado a optar tão logo terminasse o curso ginasial, pois deveria matricular-se ou no Científico ou no Clássico. Nesta ocasião, a maioria dos estudantes contavam com apenas 15 anos. Agora, com a reforma, essa opção será feita quando o estudante contar com 17 anos, aproximadamente, ou mais.
 
SEQUESTRO DE AVIÃO: RUMOU PARA HAVANA
Um passageiro armado de um revolver foi o autor do sequestro do avião comercial norte-americano da companhia "United Air Lines", que aterrissou no aeroporto "José Marti", desta capital às 23,03 horas locais de ontem (4,03 GMT de hoje). O aparelho, um "Boeing-727" que chegou com 21 passageiros e 7 tripulantes, cumprir um vôo regular de Chicago para Nova Iorque, quando sua tripulação foi ameaçada e obrigada a mudar sua rota para Cuba. A embaixada da Suiça em Havana, encarregada dos interesses dos Estados Unidos, manifestou à France Presse, que tanto os passageiros como os tripulantes encontram-se bem

Escrito por:

Do Correio