Publicado 21/12/2019 - 06h00 - Atualizado 18/12/2019 - 15h18

Por Do Correio

Rapazes diplomados do Instituto

Reprodução

Rapazes diplomados do Instituto

LEMA DO INSTITUTO POPULAR "HUMBERTO DE CASTRO"
O lema define a Obra! Baseando-se nos princípios de "Ordem, Respeito e Trabalho", vividos em sua plenitude, desenvolve o Instituto Popular "Humberto de Campos" um dos mais autênticos trabalhos, realizando muito nos terrenos da assistência e da educação. Se por um lado, êle assiste e ampara, por outro proporciona os meios de promoção humana, educando rapazes e moças desprovidos de meios de fortuna, alfabetizando adultos, dando trabalhos a meninos, antes marginalizados pela miséria e pelo abandono da família. Esta Obra humana e tão sincera nasceu dos esforços de um homem realizador: Gustavo Marcondes. Portanto, ao traçar o roteiro de trabalho do I.P. "Humberto de Campos", é justo que se evoque também seu fundador.
 
NÔVO CÓDIGO TRIBUTÁRIO NÃO PASSOU
Apesar da apreciação feita com urgência e na calada da noite, o nôvo Código Tributário, que redundaria num aumento brutal dos impostos municipais, não passou na Câmara, graças a um cochilo do vereador Orestes Segalio. Mesmo assim, a propositura, debalde os esforços dos vereadores da ARENA, obteve 9 votos, só não sendo aprovada porque não conseguiu alcançar a maioria absoluta exigida pelo regimento interno da Câmara. Só mesmo um descuido do vereador do MDB livrou por algum tempo a cidade e seu povo de um aumento de impostos nunca registrado em sua história.
 
FAMOSO EDITOR IMPLICADO NOS ATENTADOS DA ITÁLIA
O famoso editor Ginagiacomo Feltrinelli foi relacionado com os atentados de Roma e Milão pela policia, que varejou suas oficinas e cassou-lhe o passaporte, na expectativa de seu regresso à Itália. O ambiente geral informativo em que se desenvolve a investigação atribui a Feltrinelli coisas tão contraditórias como ter sido acusado pelo govêrno da Bolívia de ajuda aos comunistas desse país, haver fundado em Milão um instituto de documentação politica subvencionado pela municipalidade e ter dado um álibi a um casal detido em abril e contra o qual não se conseguiu recolher uma só prova.

Escrito por:

Do Correio