Publicado 08/11/2019 - 11h18 - Atualizado 08/11/2019 - 11h18

Por Carlos Rodrigues

Luiz Gustavo: 'Temos que entrar sem peso, para jogar com tranquilidade'

David Oliveira/Guarani FC

Luiz Gustavo: 'Temos que entrar sem peso, para jogar com tranquilidade'

O Guarani tem um tabu a quebrar amanhã. Afinal, não vence a rival Ponte Preta desde abril de 2012, quando garantiu vaga na decisão do Campeonato Paulista. Mas o jejum de resultados positivos no Dérbi não aumenta a pressão dentro do grupo. É o que garante Luiz Gustavo, um dos principais líderes do time bugrino. Na visão do zagueiro, tal responsabilidade não pode cair nos ombros do atual elenco para a partida que acontece às 16h30, no Brinco de Ouro.
Desde a última vitória, são cinco clássicos, com um empate e quatro derrotas. "É um clássico, um jogo diferente e com uma atmosfera diferente, mas nós não temos responsabilidade pelo passado, não estávamos aqui. Cobrança sempre tem pela vitória, não porque é a Ponte Preta, Vila Nova ou qualquer adversário. Cobrança é a mesma e tem que ser assim", disse. "Temos que entrar sem peso, para jogar com tranquilidade, desempenhar nosso futebol e o que a gente vem apresentando nos últimos jogos."
O defensor também rebateu a declaração de Renan Fonseca, zagueiro da Ponte Preta, que colocou o Guarani como favorito por jogar em casa e estar num momento mais favorável. "É um jogo aberto para os dois times. Não somos favoritos. Eles vêm brigando numa situação melhor que nós. Se for ver, acho que o favoritismo é deles", destacou. "A Ponte Preta sempre lutou o campeonato inteiro na parte de cima da tabela e nós estamos focados em buscar a vitória e se afastar cada vez mais dessa zona de rebaixamento. Vamos dar nosso melhor para adiantar o processo da nossa permanência."
Luiz Gustavo também evitou polemizar ao falar sobre as provocações feitas pelo adversário após a partida do primeiro turno. E não colocou um peso a mais no duelo com o atacante Roger. "Será um duelo normal. Eles ganharam o último Dérbi, teve provocações deles lá e nós continuamos trabalhando e seguindo firme no nosso objetivo. É um duelo normal contra eles, não tem o que falar disso. O que aconteceu naquele jogo já passou."
Hoje pela manhã, Thiago Carpini comanda o último treinamento antes do Dérbi. Com praticamente força máxima à disposição, o técnico só deve definir se confirma a volta de Luiz Gustavo ao time, além da escolha pelo primeiro volante, que pode ser Marcelo ou Deivid. Ausente da equipe nas últimas três rodadas, Luiz Gustavo garantiu estar em boas condições. "Sou um cara que me dedico, independentemente se jogo ou não. Não são três jogos que vão tirar meu condicionamento físico. Estou à disposição e se o Carpini optar por mim, estou aqui para ajudar."

Escrito por:

Carlos Rodrigues