Publicado 10/10/2019 - 10h11 - Atualizado 10/10/2019 - 10h11

Por Carlos Rodrigues

Carpini tem receita para a reação: 'Vira a página e pensa no próximo jogo'

Divulgação/Guarani

Carpini tem receita para a reação: 'Vira a página e pensa no próximo jogo'

A derrota para o Coritiba interrompeu a sequência invicta de cinco partidas do Guarani na Série B e diminuiu para três pontos a diferença em relação a zona de rebaixamento, mas o tropeço já é tratado como passado. Sem tempo para lamentar, o Bugre volta a campo amanhã para enfrentar o CRB, no Brinco de Ouro, e a principal preocupação é conseguir a recuperação imediata para seguir somando pontos na busca pelo objetivo que é se afastar definitivamente do risco de queda.
O técnico Thiago Carpini faz questão de frear a euforia após vitórias, mas também evita terra arrasada em derrotas. Ele destacou outros momentos em que o time conseguiu rapidamente a reabilitação para ressaltar que o último resultado não abala o grupo.
"A gente administra a derrota da mesma maneira do que quando vence. Vira a página e pensa no próximo jogo", afirma. "Perdemos do América no Independência e na sequência buscamos a vitória contra o Londrina. Perdemos do Oeste em casa e depois, em Salvador, derrotamos o Vitória. É página virada e agora é olhar para frente".
O treinador bugrino também fez questão de eximir o goleiro Klever de qualquer responsabilidade pela derrota no Couto Pereira. O camisa 1, que alcançou quase 500 minutos sem ser vazado, falhou no gol do Coritiba ao demorar para sair da meta e não afastar a bola que chegou até sua pequena área e foi cabeceada por Robson.
"O erro é coletivo. Todos perdem e todos ganham. O Klever é um goleiro que tem minha total confiança. Assumimos a responsabilidade sempre juntos e, independentemente das circunstâncias, a confiança continua sendo a mesma e o trabalho continua", ressalta. "Não é hora de achar culpados, mas sim achar soluções e corrigir os erros".
Depois de voltar da capital paranaense ontem no final da tarde, o elenco bugrino realiza hoje a única atividade em campo antes da partida contra o CRB. Carpini conta com a volta do meia Lucas Crispim, que cumpriu suspensão na rodada anterior e vai ocupar a vaga de Filipe Cirne. Por outro lado, um titular absoluto corre sério risco de desfalcar a equipe. O volante Deivid deixou o gramado na terça-feira com um incômodo no músculo adutor da coxa. Ele será reavaliado, mas mesmo que não haja lesão é grande a possibilidade da comissão técnica preservar o jogador para que o problema não seja agravado. Caso Deivid não possa atuar, Carpini deve optar por Ricardinho ou Bruno Silva.

Escrito por:

Carlos Rodrigues