Publicado 20/10/2019 - 00h19 - Atualizado 20/10/2019 - 00h19

Por Gilson Rei

Sem riscos: a vacina é o único meio eficaz para interromper a propagação da doença, que já tem 86 casos confirmados em Campinas

Divulgação

Sem riscos: a vacina é o único meio eficaz para interromper a propagação da doença, que já tem 86 casos confirmados em Campinas

Até o meio-dia deste sábado (19), 2.334 crianças com idade entre seis meses e 5 anos comparecem aos 86 postos de vacinação no 'Dia D' da campanha de vacinação contra o sarampo em Campinas. Deste total, 265 crianças foram vacinadas, representando 11% do universo que compareceu. As demais crianças já estavam imunizadas e não tinham necessidade de mais uma dose da vacina.
O Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa) informou que a campanha é seletiva, ou seja, visa a atualização das doses válidas na carteira de vacinação das crianças nesta faixa etária.
Das 265 crianças vacinadas ontem, 94 estão na faixa de seis a 11 meses; outras 122 na faixa etária de 1 ano; mais 18 com 2 anos; além de sete crianças com 3 anos; e 24 crianças na faixa dos 4 anos. A vacinação prosseguiu até às 17h e o balanço geral do ‘Dia D’ será divulgado amanhã pelo Devisa.
Ontem, no Posto de Saúde do distrito de Sousas, o músico Eliezer Costa Luz e sua esposa Tamires levaram a filha Sure de 3 anos, mas ela já estava imunizada. “Passamos aqui para ver se havia necessidade de algum reforço, mas ainda bem que está tudo bem. Não pode brincar com a saúde”, afirmou o pai Eliezer.
O mesmo aconteceu no o advogado Mathias Magalhães, que foi com a esposa Vanessa levar o filho Rafael, de 3 anos. “As crianças devem ser imunizadas, pois é única forma de evitar a doença. Agora vamos voltar apenas no ano que vem para ver se outras imunizações devem ser feitas”, comentou Mathias. Campinas já confirmou 86 casos da doença neste ano e lidera o ranking da RMC, que totaliza 191 registros confirmados em 14 municípios, entre 8 de julho e ontem.

Escrito por:

Gilson Rei