Publicado 18/10/2019 - 11h35 - Atualizado 18/10/2019 - 11h37

Por Daniel de Camargo

O cardiologista José Francisco Kerr Saraiva: discutindo casos reais

Andreia Naomi/Divulgação

O cardiologista José Francisco Kerr Saraiva: discutindo casos reais

Cerca de 350 profissionais da saúde irão reunir-se, entre hoje e amanhã, no Royal Palm Plaza, em Campinas, para discutir as possibilidades e as limitações de aplicação das diretrizes médicas vigentes na cardiologia. A programação do IV Congresso Brasileiro de Casos Clínicos é baseada na prática diária, com casos reais, representando o alcance e as barreiras do conhecimento científico atual.
O evento é organizado pela Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (Socesp). De acordo com a diretora científica da entidade, a médica cardiologista Maria Cristina de Oliveira Izar, os temas abordados passam por dislipidemias, fibrilação atrial, hipertensão arterial, insuficiência cardíaca e chegam à cardioncologia, cardiopatia congênita no adulto e síndrome coronariana aguda.
“Este congresso tem bastante relevância na prática clínica, porque é um encontro com interação de palestrantes, debatedores, apresentadores e participantes. Assim, a vivência do consultório pode ser compartilhada, criando convergências ou divergências em condutas, o que enriquece a atuação médica no cotidiano”, afirma.
Os participantes terão dois grandes desafios: uma sessão de ausculta cardíaca, em que poderão tirar dúvidas em casos de difícil diagnóstico, e uma de eletrocardiograma, para que os cardiologistas possam interagir e testar conhecimentos nesse exame. Para o presidente da Socesp, José Francisco Kerr Saraiva, “discutir casos reais contribui para uma atuação multidisciplinar na redução de mortes cardiovasculares, enriquecendo ainda mais o portfolio dos médicos”.
Segundo dados do DataSUS, em média, ocorrem no Brasil 360 mil óbitos anuais causados por problemas no sistema cardiovascular. Somente o Infarto Agudo do Miocárdio tira a vida de mais de 90 mil brasileiros anualmente.
Alguns casos que serão discutidos: adolescente com dislipidemia; idoso com fibrilação atrial aguda; jovem com hipertensão arterial sistêmica; entre outros. A programação completa pode ser acessada em http://socesp.org.br/congresso-casos-clinicos/. A Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (Socesp) é uma entidade sem fins lucrativos, fundada em 1976. Regional da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) e Departamento de Cardiologia da Associação Paulista de Medicina (APM), conta com cerca de 8 mil sócios. Os principais objetivos da Socesp são contribuir para a atualização dos cardiologistas do Estado e difundir o conhecimento científico gerado pela entidade aos profissionais da saúde que atuam na cardiologia e para a população.

Escrito por:

Daniel de Camargo