Publicado 11/10/2019 - 06h00 - Atualizado 10/10/2019 - 14h16

Por Do Correio

Guardas-Civis que muito contribuirão para a prova

Reprodução

Guardas-Civis que muito contribuirão para a prova

DISPUTA-SE HOJE A PROVA PEDESTRE "CORREIO POPULAR"
O público que comparecer hoje à noite, defronte este jornal, para assistir à III Prova Pedestre "Correio Popular", como homenagem ao 42.o aniversário de sua fundação, terá ensejo de assistir a um bonito "show", que será proporcionado pelos Patrulheiros Mirins, êstes, mercê das gentilezas de d. Maria Angélica Tavares Barreto Pyles, do sr. Antônio Mendes Vinagre, do Capitão Audoramo Antunes Moreira e dos Guardas-Civis Geraldo Mairins, Antônio Bianchini e Warlindo Luther Marques Silva. Os patrulheiros apresentar-se-ão com um coral de quarenta figuras, com uma guarda de honra e com uma escolta para o veterano atleta Cícero de Oliveira e Silva que terá a incumbência de entregar um artístico pergaminho à maior autoridade do jornal que estiver presente no palanque oficial.
 
ALMIRANTE RADEMAKER ACEITOU VICE-PRESIDÊNCIA
Um político do Rio telefonou a alguns companheiros em Brasília e disse-lhes. Há um calendário fixado para o desdobramento dos fatos próximos, que é o seguinte: Dia 14 — promulgação da Reforma Constitucional; Dia 15 — Reabertura do Congresso; Dia 16 — Reunião da Arena para encampação política do nome do general Garrastazu Médici; Dia 17 — Registro da candidatura pela mesa do Senado; Dia 22 — Eleição do futuro Presidente da República, pelo Congresso; Dia 27 — Posse do novo govêrno. Outra informação dava conta de que, depois de diversas consultas, o almirante Rademaker resolverá aceitar a indicação de seu nome para a vice-presidente da República, atendendo assim ao convite que lhe fizera o general Garrastazu Médici.
 
GEORGES POMPIDOU VISITARÁ A UNIÃO SOVIÉTICA
Georges Pompidou, Presidente da República Francesa, efetuará uma visita oficial a Moscou, anunciou-se hoje oficialmente. O anúncio da próxima viagem à União Soviética do Presidente Georges Pompidou foi feito, esta manhã, no Kremlin pelo chanceler francês Maurice Schumann ao Presidente do Conselho soviético. Alexei Kossyguin. A imprensa soviética e francesa foi convidada a assistir o início da conversação do ministro francês de Relações Exteriores e do chefe do governo soviético, em um gabinete do Kremlin. "Minha viagem tem certamente menos importância do que a histórica visita do general de Gaulle."

Escrito por:

Do Correio