Publicado 09/10/2019 - 13h30 - Atualizado 09/10/2019 - 13h30

Por AFP


Milhares de pessoas começaram a fugir nesta quarta-feira dos ataques aéreos de Ancara contra áreas do norte da Síria, na fronteira com a Turquia, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

"Existem milhares de pessoas deslocadas na região das aldeias de Ras al-Ain e Tal Abyad", disse à AFP o diretor da OSDH Rami Abdel Rahman.

Os deslocados fugiram para áreas adjacentes poupadas pelos atentados, acrescentou.

A Turquia lançou nesta quarta-feira a "Operação Fonte da Paz", a ofensiva militar no nordeste da Síria contra a milícia curda apoiada pelos ocidentais na luta antijihadista.

O anúncio do início da ofensiva contra as Unidades de Proteção do Povo (YPG) foi feito pelo presidente turco Recep Tayyip Erdogan, mais do que nunca determinado a afastar da fronteira turca esta milícia que considera terrorista por causa de seus vínculos com o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK).

Segundo centro de coordenação de operações militares das Forças Democráticas da Síria (SDF), dois civis morreram nestes ataques.

Escrito por:

AFP