Publicado 11/09/2019 - 11h40 - Atualizado 11/09/2019 - 11h41

Por Carlos Rodrigues

Thiago Carpini deve testar e confirmar mais de uma mudança na equipe titular do Guarani

Cedoc/RAC

Thiago Carpini deve testar e confirmar mais de uma mudança na equipe titular do Guarani

Com a semana cheia de preparação até o próximo jogo, o técnico Thiago Carpini deve testar e confirmar mais de uma mudança na equipe titular do Guarani que enfrenta o Vitória, sábado, na Arena Fonte Nova, pela 22ª rodada da Série B do Brasileiro. É possível que até quatro modificações sejam feitas no confronto em que o Bugre buscará a reabilitação após o tropeço diante do Oeste.
A primeira das trocas é no miolo de defesa. Embora o clube ainda não tenha divulgado o resultado dos exames feitos por Bruno Lima, o zagueiro já está fora dos planos por ter sofrido uma contusão no joelho direito no duelo do último sábado — existe a preocupação de que a lesão seja grave. Com escassez de atletas no setor, Diego Giaretta e Ferreira disputam lugar na equipe, com o primeiro levando vantagem.
Na lateral-direita, há a possibilidade do retorno de um velho conhecido. Lenon será observado nos treinamentos durante a semana e tem boas chances de ficar com a vaga de Bruno Souza, titular nas últimas seis rodadas.
O meio-campo é outro setor que será diferente. Depois de cumprir suspensão na última rodada, o volante Deivid tem retorno assegurado e quem deve voltar ao banco de reservas é Ricardinho.
Mais um ameaçado é Bady. Dono da camisa 10, o meia ainda não marcou gols e deu apenas uma assistência em sete partidas como titular.
“A cobrança é normal, tenho consciência que tem muito o que melhor. Temos a semana toda para trabalhar e buscar essa evolução constante”, disse o jogador, que elogiou a escolha de Carpini por um esquema com dois meias de criação. “Tivemos dois bons resultados, mas infelizmente no último jogo a vitória escapou. É um bom esquema e acredito que com mais tempo para trabalhar vamos dar uma resposta melhor”.
Caso Bady seja realmente sacado, uma eventual surpresa é a presença de Rondinelly entre os titulares. O meia disputou apenas uma partida na Série B, chegou a ficar fora dos planos, mas foi reintegrado desde que o interino assumiu o comando. Internamente, existe a preocupação do departamento de futebol em recuperar o jogador — um dos responsáveis é o diretor Estevam Soares.
Além das mudanças na formação titular, Carpini também deve contar pela primeira vez com o volante Felipe Guedes e o atacante Nando, que estavam em condições na última partida, mas não foram aproveitados por opção.

Escrito por:

Carlos Rodrigues