Publicado 21/09/2019 - 11h05 - Atualizado 21/09/2019 - 11h05

Por Da Agência Anhanguera

A Policia encontrou motos com placas clonadas

Divulgação

A Policia encontrou motos com placas clonadas

A Polícia Civil de Campinas investiga uma ação de criminosos sobre clonagem de placa para motos leiloadas. Nos últimos dez dias, duas motos de pequeno porte foram apreendidas pela Guarda Municipal (GM), com placa seriada, ou seja, supostamente original, mas que constava em ao menos 14 outras motos já apreendidas neste ano na Capital. O caso é apurado pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG). No último dia 13, uma equipe da GM patrulhava na Avenida Princesa d´Oeste quando avistou uma moto de 150 cc com uma placa já com denúncia de clone. O condutor foi abordado e afirmou que havia comprado o veículo de uma pessoa, por R$ 4 mil, como presente para a mulher dele.
No sistema do Detran, a motocicleta consta como baixa definitiva, ou seja, que foi vendida em leilão como sucata. De acordo com a inspetora da GM, Ana Paula dos Santos Menezes Rojo, o homem, um comerciante de 36 anos, alegou que sabia que era de leilão e que não podia circular com ela. Apesar de ser sucata, a placa estava com lacre oficial. “A placa é original. Consta como o mesmo modelo, marca e cor, mas a numeração consta em outras motos apreendidas em São Paulo. Em Campinas, temos registro de três delas que estavam em circulação, mas duas já foram apreendidas”, contou.
Nesta semana, outra moto de sucata foi apreendida, mas com série diferente das duas apreendidas em Campinas, mas semelhante a casos na Capital. “A impressão é que essas motos vêm de São Paulo. Elas são pegas em leilão e alguém as esquenta”, disse a inspetora. A motocicleta e o comerciante foram levados para a DIG. “Como são motos que não chamam a atenção, por ser 150cc, não são paradas nas fiscalizações de trânsito”, disse Ana Paula. Para a inspetora, nos últimos tempos houve um “derrame” deste tipo de moto no mercado.

Escrito por:

Da Agência Anhanguera