Publicado 11/09/2019 - 18h07 - Atualizado 11/09/2019 - 18h11

Por Divulgação

A solenidade acontece na sede do Palácio dos Bandeirantes, localizado na zona oeste da capital paulista

Divulgação

A solenidade acontece na sede do Palácio dos Bandeirantes, localizado na zona oeste da capital paulista

O governador João Doria e o secretário da Segurança Pública, general João Camilo Pires de Campos, homenagearam, nesta quarta-feira (11), dois policiais civis da região de Campinas com o certificado “Policial Nota 10”. Outros policiais civis, militares e técnico-científicos são agraciados por atuações no Estado.
Em sua oitava edição, a iniciativa, criada pela Secretaria da Segurança Pública, teve como objetivo reconhecer e estimular o bom trabalho policial em todo o Estado de São Paulo. A solenidade acontece na sede do Palácio dos Bandeirantes, localizado na zona oeste da capital paulista.
A dupla agraciada é formada pelos investigadores Rodrigo Antônio de Oliveira Ventura e Dalcir Froldi Júnior, integrantes da 2ª Delegacia Seccional de Campinas. Os policiais são reconhecidos pela descoberta de um barracão usado para o cultivo de maconha, na cidade de Salto.
“Tivemos um trabalho investigativo de dois meses antes da ação e apreendemos a quantidade de 3.775 mil pés de maconha que seriam usados na produção do skunk, que é uma espécie de maconha potencializada e com valor comercial muito superior”, explicou Dalcir.
Nas atividades três pessoas foram presas, além de serem apreendidos um carro, uma moto e celulares. O local era cercado com muros altos, tinha monitoramento, rotas de fuga, irrigação, iluminação, refrigeração por ar condicionado, iluminação artificial e até filtro de ar revestido com carvão ativado para que o odor não chegasse à área externa. Além disso, era preparado e montado com tecnologia norte americana com um custo total de R$ 1 milhão.
Segundo Dalcir, a homenagem é um grande reconhecimento pelo trabalho dele e de seu colega, especialmente em uma ocorrência como essa. “Estou completando 25 anos na Polícia Civil como investigador e este prêmio está sendo visto como uma prova do meu amadurecimento junto à instituição”.

Escrito por:

Divulgação