Publicado 24/08/2019 - 21h16 - Atualizado 24/08/2019 - 21h16

Por Paulo Santana

Norberto recebe a marcação de Reginaldo na partida disputada ontem à noite no Moisés Lucarelli: Sport marcou gol em pênalti inexistente

Matheus Reche/EC

Norberto recebe a marcação de Reginaldo na partida disputada ontem à noite no Moisés Lucarelli: Sport marcou gol em pênalti inexistente

Num jogo marcado pelo equilíbrio, Ponte Preta e Sport ficaram no empate, por 2 a 2, ontem à noite, no Moisés Lucarelli, pela 18ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Roger marcou os dois da Macaca, enquanto Hyuri e Hernane, em pênalti inexistente, fizeram para os visitantes. Todos os gols saíram no segundo tempo.
O resultado foi melhor para o Sport, que chegou a 30 pontos e entrou no G4. A Macaca, que jogou com um a menos em parte da etapa final, fica em oitavo a três pontos da zona de acesso.
O primeiro tempo começou com a Macaca se lançando ao ataque. O Sport, por sua vez, se posicionou bem na defesa e segurou o ímpeto alvinegro. Logo no primeiro minuto, Rafael Longuine fez bom passe em profundidade para Roger. O atacante invadiu a área e finalizou cruzado para a boa defesa do goleiro do Sport.
O time pernambucano respondeu aos 12' quando Norberto fez cruzamento pelo alto na área. Juninho Piauiense cabeceou e Ivan fez grande defesa. Aos 30', Gerson Magrão deu um chutão para frente e acabou criando uma bom jogada com Roger. O camisa 9 arrematou e viu a bola passar rente à trave.
No final, a Ponte ainda teve mais uma chance. Aos 41', Magrão bateu escanteio da esquerda, Henrique Trevisan subiu na área e cabeceou com perigo. Aos 45', a Macaca chegou a marcar, mas Magrão estava impedido. A bola veio cruzada da direita, mas o volante estava em posição irregular no chute rasteiro.
O segundo tempo começou e a Ponte foi logo marcando. Aos 5', Gerson Magrão roubou a bola na intermediária pelo lado esquerdo e cruzou. Roger dividiu com o zagueiro e desviou do alcance do goleiro para marcar 1 a 0.
A torcida ainda comemorava quando o Sport empatou. Aos 9', em jogada que começou na zaga, Hyuri recebeu na direita e, de fora da área, mandou um chute pelo alto. A bola entrou no canto oposto de Ivan, que nada podia fazer 1 a 1.
Edson foi imprudente ao tentar tirar a bola de Raul Prata, que tinha passado com facilidade por Arnaldo, e o juiz anotou pênalti. Aos 29', Hernane bateu no alto e garantiu a virada do Sport no Majestoso: 2 a 1. Segundo avaliação da TV, o pênalti não aconteceu.
Quando tudo parecia definido, o atacante Roger apareceu para deixar tudo igual no placar. Ele aproveitou a bola que veio do cruzamento de Alex Maranhão, cabeceou e a bola ainda acertou a costas de Marcão antes de entrar: 2 a 2, aos 41’.

Escrito por:

Paulo Santana