Publicado 20/08/2019 - 11h06 - Atualizado 20/08/2019 - 11h07

Por Estadão Conteúdo

Andy Murray

AFP

Andy Murray

Em sua volta aos poucos ao circuito profissional, o britânico Andy Murray perdeu em sua estreia na chave de simples no ATP 250 de Winston-Salem, na noite de segunda-feira, mas comemorou a evolução de seu jogo em quadra. Em uma partida que teve um atraso de três horas por causa da chuva, o tenista de 32 anos e ex-número 1 do mundo foi derrotado pelo norte-americano Tennys Sandgren por 2 sets a 0 - com parciais de 7/6 (10/8) e 7/5, em 2 horas e 9 minutos.
"Algumas coisas foram um pouco melhor, acredito. Bati na bola um pouco mais limpo do que fiz em Cincinnati, me movimentei bastante em alguns golpes, fiz coisas boas, mas também outras que poderia ter feito melhor. Fisicamente me sinto bem, considerando que não tenho dores. Só um pouco mais cansado que o normal", afirmou Murray logo após a partida.
Murray disputou apenas o seu segundo torneio de simples desde que operou o quadril em janeiro - caiu na estreia do Masters 1000 de Cincinnati, na semana passada, para o francês Richard Gasquet. A sua volta ao tênis aconteceu há dois meses na temporada de grama, onde até conquistou o título do ATP 500 de Queen´s, na Inglaterra, com o espanhol Feliciano López.
O britânico já anunciou que não disputará a chave de simples do US Open, o quarto Grand Slam da temporada, que começa na próxima semana. Atualmente apenas no 329.º lugar do ranking da ATP, Murray deverá ir a Nova York para treinar e, se possível, participar do torneio de duplas.
Quem também não teve sorte em sua estreia em Winston-Salem foi o brasileiro Thiago Monteiro. O número 1 do País e 100 do mundo caiu de virada para o australiano Alexei Popyrin, 106.º colocado do ranking, por 2 sets a 1 - com parciais de 5/7, 6/4 e 7/6 (9/7). A partida teve 2 horas e 15 minutos de duração, mas ficou interrompida por causa da chuva por cerca de 5 horas e 30 minutos.
Thiago Monteiro agora segue para a disputa do US Open. Ele é o único tenista brasileiro que conseguiu entrar diretamente na chave por conta do ranking. Os representantes do Brasil que disputarão o qualifying são Rogério Dutra Silva e João Menezes.

Escrito por:

Estadão Conteúdo