Publicado 14/08/2019 - 13h13 - Atualizado // - h

Por Estadão Conteúdo

A Juventus confirmou que o atacante realizará atividades diferenciadas até se recuperar e poder ser reintegrado normalmente aos treinamentos

AFP

A Juventus confirmou que o atacante realizará atividades diferenciadas até se recuperar e poder ser reintegrado normalmente aos treinamentos

A Juventus informou nesta quinta-feira que Cristiano Ronaldo vai realizar alguns treinos em separado do elenco do time italiano nos próximos dias por causa de dores musculares. Por meio de suas redes sociais, o clube de Turim revelou que o astro português ficará fora dos trabalhos com o restante do grupo de jogadores devido a uma "leve fadiga no adutor" de sua perna esquerda.

Com isso, a Juventus confirmou que o atacante "realizará atividades diferenciadas" até se recuperar e poder ser reintegrado normalmente aos treinamentos. Este problema muscular também acabou impedindo a participação do atleta no tradicional amistoso de pré-temporada que o clube promove em Villar Perosa, uma província de Turim, onde a equipe enfrentou o time B juventino nesta quinta.

Após ter deixado o Real Madrid em julho do ano passado, Cristiano Ronaldo está prestes a iniciar a sua segunda temporada pela Juventus, pela qual contabiliza 28 gols em 43 jogos oficiais. No ciclo 2018/2019 do futebol europeu, ele ajudou o clube a faturar o seu oitavo título consecutivo do Campeonato Italiano. E a equipe vai estrear na próxima edição da competição no dia 24 de agosto, quando enfrenta o Parma, fora de casa, no duelo que abrirá o torneio.

Com a presença do português, a Juventus voltará a ter como o seu principal objetivo a conquista da Liga dos Campeões, título que o clube não ganha desde 1996. Na edição passada do torneio continental, o time italiano acabou sendo eliminado pelo Ajax nas quartas de final. Naquela ocasião, a equipe foi surpreendida com uma derrota por 2 a 1, sofrida em casa no duelo de volta do mata-mata, após o jogo de ida, na Holanda, ter terminado empatado por 1 a 1.

Escrito por:

Estadão Conteúdo