Publicado 23/08/2019 - 19h16 - Atualizado 23/08/2019 - 19h16

Por Delma Medeiros

O pianista Pedro Brack se apresenta com a Orquestra Sinfônica de Campinas, junto com os também pianistas Pedro Sperandio e Lucas Gonçalves

Paula S. Serra/Divulgação

O pianista Pedro Brack se apresenta com a Orquestra Sinfônica de Campinas, junto com os também pianistas Pedro Sperandio e Lucas Gonçalves

Pelo terceiro ano consecutivo a Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas (OSMC) recebe pianistas da Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP), para um concerto especial no Teatro Municipal José de Castro Mendes, desta vez apresentando a obra para piano e orquestra do compositor alemão Robert Schumann (1810-1856), um dos maiores representantes do romantismo. 
A iniciativa é resultado de uma parceria da Sinfônica com a ECA, que já apresentou a obra pianística completa de Beethoven (1917) e de Chopin (1918). “Esta parceria é de extrema importância. O Brasil tem uma grande tradição no piano, desde Magda Tagliaferro, Nelson Freire, Sonia Rubinsky. E o maior centro de formação da nova geração de pianistas é o laboratório de piano da Universidade São Paulo. Conta com grandes professores que fazem um excelente trabalho. No futuro, esses pianistas serão, com certeza, os grandes nomes do piano brasileiro”, afirma o maestro titular Victor Hugo Toro, que estará à frente da Orquestra nos concertos.
Os pianistas convidados são Pedro Brack, que estreou como solista à frente da Sinfônica de Campinas e atualmente faz parte do Grupo de Música Atual da USP; Pedro Sperandio, que iniciou seus estudos de piano aos 6 anos, também em Campinas, e vem conquistando lugar de destaque em meio à nova geração de pianistas brasileiros; e Lucas Gonçalves, que também se sobressai no cenário musical e cursa o último ano de Música na USP.
Na obra para piano de Schumann, a dicotomia entre a euforia inquietante e a melancolia produz um colorido único em suas melodias. Schumann começou a compor aos 7 anos, influenciado pelo tempo dedicado à leitura. “A proposta desses concertos especiais é apresentar de forma integral a obra de determinado compositor, mostrar a obra completa. Schumann foi um grande compositor e crítico musical, com uma escrita pianística diferenciada”, aponta o maestro.
O concerto começa com 'Integral' da obra para piano e orquestra de Robert Schumann, em seguida vem 'Introdução' e 'Allegro Appassionato' (Konzertstück), Op.92, na sequência, 'Allegro de Concerto com Introdução', Op.134; e finalizando o programa, 'Concerto para Piano em lá menor', Op.54.
AGENDE-SE
O quê: Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas e pianistas convidados
Quando: neste sábado (24), às 20h; e domingo (25), às 11h
Onde: Teatro Municipal José de Castro Mendes (Praça Corrêa de Lemos, s/nº, Vila Industrial, fone: 3272-9359)
Quanto: sábado – R$ 30,00, R$ 10,00 (professores da rede pública e pessoas com deficiência e mobilidade reduzida) e R$ 5,00 (estudantes da rede pública); domingo -  R$ 10,00, R$ 4,00 (professores da rede pública, e pessoas com deficiência e mobilidade reduzida) e R$ 2,00 (estudantes da rede pública). É proibida a entrada após o início do concerto e de menores de 6 anos.

Escrito por:

Delma Medeiros