Publicado 07/08/2019 - 10h58 - Atualizado 07/08/2019 - 10h59

Por Da Agência Anhanguera

Aparelho assegura procedimentos intervencionistas pouco invasivos

Divulgação

Aparelho assegura procedimentos intervencionistas pouco invasivos

O Hospital de Clínicas da Unicamp entregou na última sexta-feira uma nova área e um moderno equipamento de hemodinâmica para procedimentos cardiovasculares e eletrofisiológicos guiados por imagens. São muitas as tecnologias como a possibilidade de angulações cardíacas difíceis, nitidez de imagem 3D em tempo real e softwares que auxiliam em mínimas doses de radiação. O equipamento é um Innova IGS 520 da GE adquirido por R$ 1.939.200,00 com recursos de emenda parlamentar do deputado federal Paulo Freire.
As tecnologias do novo equipamento vão assegurar uma grande variedade parâmetros para os procedimentos intervencionistas minimamente invasivos de alta complexidade na área cardiológica. O aparelho dispõem de uma importante redução da exposição dos pacientes à radiação ionizante, altíssima resolução de imagens e softwares de reconstrução tridimensional, que permitem a perfeita visualização em tempo real, da estrutura anatômica por onde estão passando os fios-guia, cateteres de ablação e outros dispositivos como stents.
Camas balcânicas
Já as 16 camas ortopédicas elétricas com quadro balcânico substituíram camas manuais que estavam na enfermaria de ortopedia e traumatologia desde a inauguração do hospital.
As camas foram adquiridas por R$ 445.760,00, são importadas e fabricadas por robôs com o rigoroso padrão de qualidade japonês. Elas possuem inúmeras angulações e o quadro balcânico oferece muito mais posicionamentos adequados ao tipo de cirurgia com inúmeras opções de posicionamento das barras transversais e longitudinais, roldanas e trapézios.

Escrito por:

Da Agência Anhanguera