Publicado 24/08/2019 - 22h14 - Atualizado 24/08/2019 - 22h14

Por AFP


O corpo de Nevith Condés Jaramillo, diretor de um site de notícias no município de Tejupilco (centro), no México, foi encontrado sem vida no sábado, com várias feridas por arma branca. Uma dúzia de comunicadores foram mortos em 2019 no país.

O corpo de Condés Jaramillo "foi encontrado na manhã deste sábadp (...) ele apresentava lesões por objeto cortante", informou o Ministério Público do estado do México, que abriu uma investigação para esclarecer o caso.

Condés Jaramillo, de 42 anos de idade, era diretor do portal de notícias Observatório do Sul de Tejupilco, no qual relatou eventos diários da cidade e denúncias de cidadãos.

O corpo foi abandonado em uma montanha no sul do estado do México, em Tejupilco, uma das cidades mais violentas do distrito pela presença de grupos criminosos.

De acordo com a imprensa local, o comunicador foi esfaqueado.

A ONG Repórteres Sem Fronteiras (RSF) contabiliza nove jornalistas mortos no México neste ano.

Condés Jaramillo seria o décimo em 2019 e o quarto em menos de um mês, tornando este ano um dos mais violentos para a imprensa mexicana.

str/sem/gma/cc

Escrito por:

AFP