Publicado 28/07/2019 - 06h00 - Atualizado 26/07/2019 - 14h56

Por Do Correio

Cabina pública de Telex da Siemens

Reprodução

Cabina pública de Telex da Siemens

EM FUNCIONAMENTO CABINA PÚBLICA DE TELEX
Campinas tem desde às 12 horas de ontem, o mais moderno sistema de comunicações (nacionais e internacionais) a disposição de toda a população. Trata-se da Cabina Pública de Telex, que o Serviço Regional fez entrar em funcionamento na tarde de ontem na primeira sobreloja do prédio da Empresa Brasileira de Correio e Telégrafo, e que estará a disposição dos usuários diariamente, das 12 às 18 horas — horário provisório. Trata-se de um melhoramento que vinha sendo reclamado pela cidade já há muitos meses, e que virá suprir uma grande parte da deficiência existente nos sistemas convencionais de troca de mensagens. No setor internacional, as ligações são automáticas imediatas para os Estados Unidos, Alemanha Ocidental e Itália, via satélite.
 
APOLO-11: LUA TEM MATÉRIA ORGÂNICA
O pó lunar compõe-se, numa terça parte, de minusculas esferas de cristal cujas dimensões variam de alguns microns a um décimo de milimetro de diametro, comunicaram os pesquisadores da NASA esta noite. Compreende também outras substancias cristalinas, como o feldspato, olivina e piroxenio, que são opacos e uma percentagem surpreendentemente elevada de titanio. Foi também detetada uma fraca quantidade de matéria orgânica. Uma pedrinha brilhante, parecida com uma pérola, foi descoberta esta tarde numa das amostras de solo lunar recolhidas por Neil Armstrong, informaram cientistas que examinam os pedaços de rocha da Lua neste Centro.
 
SONDAS AMERICANAS FOTOGRAFAM MARTE
O planeta Marte será, a partir de terça-feira, centro de atenção científica mundial, com a chegada em suas imediações das sondas "Mariner-6" e "Mariner-7", lançadas em fevereiro. A missão de ambas consiste em tirar um total de 191 fotos da superfície do planeta vermelho, cuja distância da terra varia entre 55 e 400 milhões de quilômetros. Quarenta e oito das fotografias serão obtidas a menos de 3.200 quilômetros de Marte. Em julho de 1965, "Mariner-", havia transmitido 21 fotos, tiradas desde 9.800 quilômetros, mas muito pouco nítidas e de apenas uma parte do planeta.

Escrito por:

Do Correio