Publicado 16/07/2019 - 06h00 - Atualizado 15/07/2019 - 14h23

Por Do Correio

O movimento

Reprodução

O movimento "Viva a Gente"

APOLO-11: ELES VÃO CONQUISTAR A LUA
 
Tudo está pronto. Termina a contagem para o histórico lançamento de amanhã, iniciando a viagem à Lua. Segundo revelaram os cientista de Cabo Kennedy, os preparativos se aproximam do seu clímax e a contagem se faz até com ligeiro adiantamento em relação ao horário anteriormente marcado. Enquanto isso, toda a área foi tomada por uma verdadeira multidão que por ar, terra e mar, pretende atingir até a hora "Zero", a base de lançamento da Apolo-11. Cêrca de 700 jornalistas credenciados já se encontram no local, e até amanhã deverão chegar outros 2.700, de todas as partes do mundo. Também já se encontram em Cabo Kennedy, 69 embaixadores e uma centena de ministros, cientistas adidos, culturais e militares, assim como personalidades da mais alta hierarquia. A última etapa do programa oficial dos astronautas Armstrong, Aldrin e Collins, da nave Apolo-11, foi cumprida às 17,15 horas (hora de Bra-silia).
 
"VIVA A GENTE" CHEGOU EM CAMPINAS
Espalhado pelo mundo todo o movimento "Viva a gente" começou no Brasil em 1967, com jovens de todos os Estados da Federação, na maioria de 15 a 20 anos, inclusive com a participação de moços e moças de outros países. O Grupo todo atinge a 140 pessoas, que procuram através do canto e da dança dar uma nova visão do mundo, chamando à fraternidade universal. Em nossa cidade, Campinas, cada elemento ficará na casa de um campineiro que se dispôs a acolhe-lo, formando um entrelaçamento realmente dignificante.
 
PARQUE FLAMBOYANT TEM NOVA VIA DE ACESSO
Prosseguem em ritmo acelerado as obras complementares do Cemitério Parque Flamboyant, desta vez tendo sido atacada em "ritmo de Brasília" a nova estrada — via de acesso principal ao Parque — que vai da estrada de Sousas, na altura da Sociedade Hípica, até a entrada nobre do Cemitério. Homens e máquinas trabalharam ativamente, concluindo a abertura da estrada em tempo recorde, proporcionando agora ao interessado uma viagem mais rápida, dispensando-se o uso da amiga estrada de Sousas, que leva aos fundos do Parque.

Escrito por:

Do Correio