Publicado 31/05/2019 - 18h49 - Atualizado 31/05/2019 - 18h49

Por Da Agência Anhanguera

Ao todo, mais de 70 itens diferentes - avaliados em R$ 700 mil - foram entregues

Divulgação

Ao todo, mais de 70 itens diferentes - avaliados em R$ 700 mil - foram entregues

A Receita Federal doou uma série de equipamentos apreendidos pela Alfândega no Aeroporto Internacional de Viracopos para o Hospital de Clínicas (HC), no final da tarde da última quinta-feira. Ao todo, mais de 70 itens diferentes – avaliados em R$ 700 mil – foram entregues. Essa é a primeira vez que a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) é beneficiada por esse tipo de doação da Justiça. Todas as caixas com materiais apreendidos foram transferidos para a HC, porque a maioria dos itens são de uso hospitalar e laboratorial.
Entre os materiais está um neuro navegador para cirurgias neurológicas, um sistema de videolaparoscopia, aparelhos auditivos digitais, desfibriladores, endoscópios e dezenas de insumos hospitalares (seringas, luvas, kits laboratoriais, máscaras). A formalização do termo foi feita na superintendência do HC com as presenças do reitor da Unicamp Marcelo Knobel e os delegados da alfândega Antonio Andrade Leal, Camilo Pinheiro Cremonez (adjunto) e o delegado da Receita Federal em Campinas, José Roberto Mazarin.
Para o delegado da Alfândega da Receita Federal no Aeroporto de Viracopos, Antonio Andrade Leal, esse foi o primeiro passo de uma longa estrada a ser pavimentada. Ele explica que entre os materiais apreendidos está até um piano estimando em milhares de dólares. Segundo ele, “qualquer tipo de material importante estará melhor cuidado em alguma faculdade da Unicamp, do que em nossos armazéns com risco de poeira, danos ou outros resíduos”, explicou.
De acordo com Knobel a intenção agora é estabelecer um convênio mais amplo entre as instituições, com diversas finalidades como, por exemplo, cursos de extensão, capacitação de recursos humanos, auxilio em perícias de equipamentos ou obras de arte. “Até o cigarro pode ser utilizado em pesquisas de pirólise para fertilizantes”, brincou o reitor em referência ao material contrabandeado apreendido.

Escrito por:

Da Agência Anhanguera