Hemocentro tem queda nas doações
Publicidade

Publicado 21/12/2017 - 21h13 - Atualizado 21/12/2017 - 21h13

Por Agência Anhanguera de Notícias

Voluntário do sangue: doações caíram caíram 9,2% na última semana

Carlos Sousa Ramos/AAN

Voluntário do sangue: doações caíram caíram 9,2% na última semana

A temporada de festas e feriados prolongados provoca uma queda nos estoques de sangue. A falta de bolsas pode acarretar o risco de cancelamento de cirurgias em diversos hospitais atendidos pelo Hemocentro da Unicamp, ou mesmo falta de sangue e hemoderivados para os atendimentos de urgência e emergência.
Na última semana, o Hemocentro registrou uma queda de 9,2% (1.635) de doações comparadas com a média de 1.800 comparecimentos das semanas anteriores, com um estoque mais crítico para o tipo sanguíneo O positivo.
Segundo o diretor do Serviço de Coleta do Hemocentro da Unicamp, Vagner Castro, embora ainda não tenha havido a necessidade de suspensão de cirurgias ou transfusões, a previsão de uma nova queda de doações são motivos de preocupação para a instituição.
“A possibilidade de agravamento é real, pois o consumo dos hospitais costuma aumentar no período de festas. Assim, preventivamente, estamos alertando a população sobre a necessidade da doação de sangue nos próximos dias, minimizando o impacto em nossos estoques e consequente, o risco de falta de sangue em nossa região”, informa.
O Hemocentro assegura que a doação, respeitando os critérios técnicos, não acarreta qualquer risco para o doador, que antes passa por uma triagem clínica e, observada qualquer irregularidade, é notificado e encaminhado para acompanhamento médico.
Diante da situação, a direção do Hemocentro da Unicamp reforça junto à comunidade a necessidade urgente do restabelecimento do número de doações, visando a retomada dos níveis normais dos estoques de hemocomponentes em nossas unidades, prevenindo o comprometimento da assistência médica na região.
Maiores informações sobre os locais e horários de coleta podem ser obtidas no site www.hemocentro.unicamp.br/ ou pelo telefone 0800-7228432. 

Escrito por:

Agência Anhanguera de Notícias