Publicado 30 de Novembro de 2016 - 21h43

Por Agência Anhanguera de Notícias

Ney da Matta disse que é o sonho de todo mundo trabalhar no Guarani

Patrícia Domingos/AAN

Ney da Matta disse que é o sonho de todo mundo trabalhar no Guarani

Campeão da Série C pelo Boa Esporte, Ney da Matta assumiu nesta quarta-feira (30) o cargo de técnico do Guarani, clube que derrotou na final do campeonato, depois de um empate de 1 a 1 no Brinco de Ouro e uma vitória por 3 a 0 em Varginha.

O mineiro Ney da Matta foi apresentado pelo presidente do Guarani, Horley Senna, e admitiu que assume, aos 51 anos, o maior desafio de sua carreira de treinador.

“É o sonho de todo mundo trabalhar no Guarani. Tenho certeza absoluta que as coisas vão dar certo aqui. Todo clube que você vai é um desafio. Fiquei seis meses no Ipatinga, trabalhei quatro vezes no Boa. Mas, em se tratando de camisa, sim, esse é o maior desafio. Estou feliz de estar aqui. É uma porta que Deus está abrindo”, disse Ney da Matta, que já agradou a diretoria do novo clube ao conceder sua primeira entrevista coletiva com uma camisa verde.

“Eu fico bonito de verde. Estava com uma outra camisa no hotel, azul, mas gosto de verde”, brincou o treinador, para diversão do presidente Horley Senna, Ney da Matta chega ao Brinco de Ouro com dois integrantes para a nova comissão técnica: o preparador físico Altamir Júnior e o auxiliar Toni Ferreira.

A temporada de 2017 reserva dois desafios para Ney da Matta. O primeiro começa no dia 29 de janeiro, num jogo contra o Oeste, no Brinco de Ouro. A Série A2 terá 20 participantes e só seus dois finalistas vão disputar o Paulistão de 2018. Os seis últimos serão rebaixados para a Série A3. Será uma novidade para Ney da Matta, que, durante boa parte de sua carreira, esteve à frente de times de Minas Gerais. Ele também já comandou o Vila Nova e Sampaio Corrêa.

Depois, caso stenha sucesso, Ney da Matta poderá ter seu curto contrato renovado para disputa da Série B do Brasileiro, o que não acontece desde 2012.

O sucessor de Marcelo Chamusca — que trocou o Guarani pelo Paysandu — foi bastante elogiado por Horley Senna, que considerou a vitória do Boa na final um "nó tático" sobre o Bugre.

“A minha garantia de disputar a Série B é o que eu vou fazer dentro da Série A2. O sonho nosso é voltar o Guarani à primeira divisão do Campeonato Paulista. Eu subo um degrau de cada vez. Deus vai permitir que a gente faça um grande Campeonato Paulista. O que vamos fazer aqui nos dará sequência para o trabalho”, reconheceu o treinador.

Ney da Matta vai trabalhar ao lado do novo executivo de futebol do Guarani, Marcus Vinícius Beck, na montagem do elenco de 2017. O Guarani pode inscrever até 28 atletas (sendo três goleiros) na Série A2. A princípio, 11 nomes de remanescentes da Série C e garotos da base estão confirmados. A pré-temporada começa no dia 2 de janeiro e o time terá menos de um mês até a estreia contra o Oeste, time que escapou do rebaixamento à Série C ao vencer o Náutico em Recife, na última rodada da Série B.

“Vamos começar a pré-temporada no dia 2, mas já começamos a trabalhar desde hoje (quarta). Eu já converso com a diretoria sobre atletas antes mesmo de fechar com o Guarani. Indiquei alguns jogadores que estiveram comigo no Boa e outros que passaram pelas Séries A e B”, disse Ney da Matta.

Escrito por:

Agência Anhanguera de Notícias