Publicado 15 de Agosto de 2015 - 6h37

Por Delma Medeiros

Saviero (à esq.) com o maestro Petri durante ensaio da Sinfônica

César Rodrigues/ AAN

Saviero (à esq.) com o maestro Petri durante ensaio da Sinfônica

Obras de Beethoven, Tchaikovsky e Luigi Cherubini integram o repertório do sétimo concerto oficial da temporada 2015 da Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas (OSMC), com apresentações sábado e domingo (16) no Teatro Municipal José de Castro Mendes. A regência está a cargo do maestro titular da Orquestra Sinfônica de Santos, Luís Gustavo Petri, e o solista convidado é o pianista Álvaro Saviero. O diretor artístico e maestro titular da OSMC, Victor Hugo Toro, inicialmente estaria à frente dos músicos, mas precisou se ausentar em função de luto familiar, e Petri veio substituí-lo.

Siviero não esconde sua satisfação em voltar a tocar com a Sinfônica. “Tenho uma empatia musical, artística e humana com a Sinfônica de Campinas, é como juntar querosene, álcool e fogo”, brinca. Ele fará o solo do Concerto para Piano nº 1, Op.23, de Piotr I. Tchaikovsky (1840-1893), considerada uma das peças mais complexas para piano. “Tchaikovsky dedicou esse concerto ao seu mentor, o pianista Anton Rubinstein. Mas ele disse que a peça tinha muitas notas e sugeriu que o compositor as reduzisse. Tchaikovsky não acatou, tirou a dedicatória e convidou outro pianista, Han von Bullow, para a première mundial”, conta Siviero. A peça estreou nos Estados Unidos em 1875. Em outubro Siviero volta a tocar com a Sinfônica uma peça de Rachmaninoff, outro compositor russo.

Petri também já conhece a Sinfônica de outras performances. Este ano, em maio, regeu dois concertos da OSMC em igrejas. “Será um programa muito gostoso de ouvir, com duas peças bem conhecidas, de Beethoven e Tchaikovsky e outra do Cherubini. São obras vibrantes, envolventes. E o concerto conta ainda com o solo de um dos maiores pianistas brasileiros”, afirma.

O programa começa com a abertura da ópera Medeia, de Luigi Cherubini (1760-1842). Em seguida será executado o concerto para piano de Tchaikovsky. Após o intervalo, o programa encerra com a Sinfonia nº 7, Op. 92, de Ludwig Van Beethoven (1770-1827).

AGENDE-SE

O quê: Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas

Quando: Sábado, às 20h e Domingo, às 11h

Onde: Teatro Castro Mendes (Praça Correa de Lemos, s/nº, Vila Industrial, fone: 3272-9359)

Quanto: R$ 30,00; R$ 10,00 (professores da rede pública e pessoas com deficiência e mobilidade reduzida); e R$ 5,00 (estudantes da rede pública)

Escrito por:

Delma Medeiros