Homem é detido após espancar o próprio cachorro -
CORREIO.COM.BR

Comunicar erro
[X]

Você encontrou algum erro? Seja ele técnico, gramatical e até mesmo de informações, entre em contato e nos comunique.

Homem é detido após espancar o próprio cachorro -


"Eu filmei porque se contasse ninguém iria acreditar", afirmou Guilherme Gonçalves. "Ele bate no cachorro todo dia há uns dois meses e eu já não aguentava mais isso", completou o vizinho

ASSISTA AO VÍDEO

Homem é detido após espancar o próprio cachorro

"Eu filmei porque se contasse ninguém iria acreditar", afirmou Guilherme Gonçalves. "Ele bate no cachorro todo dia há uns dois meses e eu já não aguentava mais isso", completou o vizinho

02/04/2015 - 21h08 - Atualizado em 05/04/2015 - 17h09 | Do Correio.com
correiopontocom@rac.com.br

Foto: Guilherme Gonçalves
Vídeo mostra Rodolfo Silva Thomazini espancando o próprio cachorro
Vídeo mostra Rodolfo Silva Thomazini espancando o próprio cachorro

Vinícius Agostini
Raquel Valli 
 
Um homem foi detido nesta quinta-feira (2) em Valinhos depois de ter sido filmado espancando o próprio cachorro dentro de casa no bairro São Cristovão. Foi detido pela Guarda Municipal, levado para a delegacia, onde foi algemado. Entretanto, foi liberado e irá responder o processo em liberdade porque não houve flagrante. O animal foi resgatado pelo protetor Marcio Xavier, e, agora, a mulher do vizinho que filmou a agressão está sendo ameaçada pela mulher do agressor.
 
 
O incidente começou por volta das 7h, quando Rodolfo Silva Thomazini começou a espancar o animal. "Eu filmei porque se contasse ninguém iria acreditar", afirmou Guilherme Gonçalves. "Ele bate no cachorro todo dia há uns dois meses e eu já não aguentava mais isso", completou o vizinho.
 
"Nós recebemos o chamado, fomos verificar a ocorrência e o levamos na viatura da GM para a delegacia central", informou o coordenador da Guarda Municipal, Fabiano. Na delegacia foi feito o boletim de ocorrência.   

Recorrente

Segundo Gonçalves, Thomazini começava a bater no cachorro pela manhã, assim que a mulher do agressor, Claudia, saia de casa para trabalhar. "Ela não acredita porque não o via agredindo. E agora ainda está ameaçando a minha mulher (Fernanda Gatty)". 
 
Caso seja condenado pelo crime de maus-tratos (prevista na Lei 9605/98), Thomazini pode pegar de três meses a um ano de cadeia. 



Siga-nos nas redes sociais
Tempo Agora Cinema horoscopo estrada aeroportos transito