Publicado 21 de Janeiro de 2015 - 11h14

Técnicos da CPFL trabalham para retirar os fios derrubados por uma árvore na Rua Firmino Costa, no Jardim Dom Bosco

Felipe Tonon/ AAN

Técnicos da CPFL trabalham para retirar os fios derrubados por uma árvore na Rua Firmino Costa, no Jardim Dom Bosco

Dois dias após o apagão que afetou cerca de 50 mil moradores de Campinas no último domingo (18), parte da cidade voltou a ficar sem energia na madrugada desta quarta-feira (21). A Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL) divulgou uma nota na qual registra que cerca de 90 mil clientes foram afetados pela falta de energia nesta madrugada. O motivo da queda no fornecimento desta quarta foi o forte vento que atingiu a cidade acompanhado de chuva. 

 

Segundo o Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura (Cepagri), às 2h30 os sensores registraram fortes ventos que alcançaram um pico de 96,8 km/h.

 

Ainda de acordo com o Cepagri, o grande problema desta madrugada, apesar do grande volume de chuva, foi a ventania que causou quedas de árvores sobre a rede elétrica.

  

Segundo a distribuidora, equipes atuaram em campo para restabelecer o serviço da forma mais rápida possível. Por volta das 10h desta quarta, ainda de acordo com a CPFL, a situação havia sido controlada e 85% das unidades já estavam com o fornecimento regularizado.

 

As equipes da CPFL permanecem nas ruas ao longo do dia para restabelecer de forma completa todo o sistema.

 

A empresa justificou a falta de energia pela grande quantidade de descargas atmosféricas (raios) e os fortes ventos que lançaram galhos e objetos contra a fiação da rede elétrica.

 

Queda de árvores. Segundo a Defesa Civil de Campinas, foram registradas desde o início do temporal a queda de seis árvores na cidade. De acordo com o coordenador da Defesa Civil, Sidnei Furtado, os estragos na cidade foram pequenos por conta da alta velocidade dos ventos registrados. "Nós esperávamos e sabíamos que o evento desta madrugada poderia acontecer, até mesmo pela época que estamos atravessando. A queda de seis árvores na cidade é considerado pouco tendo em vista a velocidade do vento que poderia ter causado mais destruição. O grande problema ficou por conta da falta de energia para grande parte da população" disse.

 

Previsão

 

O Cepagri informou que a previsão para esta quarta-feira é de ocorrência de pancadas de chuva localizadas. A temperatura irá baixar gradativamente, porém será uma grande diferença para os últimos dias, quando o calor foi intenso na cidade. O termômetro do centro apontava 23,6°C nesta manhã. No mesmo horário, na última terça-feira, a temperatura registrada era de 30°C.

 

A chuva que pode atingir a cidade durante o fim de tarde desta quarta deve ser mais intensa que os próximos dias, quando a frente fria perde força.

 

Estragos

 

Funcionários da Secretária de Serviços Públicos removem árvore de via de CampinasUma árvore caiu na Rua Firmino Costa, no Jardim do Bosco, próximo à Lagoa do Taquaral, em Campinas, e técnicos da Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL) trabalhavam no início desta tarde na retirada dos fios derrubados sob a árvore. A energia no bairro precisou ser cortada para o trabalhos dos funcionários da CPFL e deverá ser restabelecida no final da tarde.

 

Outro ponto que precisou de atenção especial foi na Rua Coronel joaquim José de Oliveira, também no bairro Jardim Dom Bosco. Funcionários  da Secretaria de Serviços Públicos trabalhavam na remoção de galhos e tronco da árvore que caiu e obstruiu a via.

 

Com informações do repórter Felipe Tonon/AAN