Publicado 29 de Novembro de 2014 - 2h00

Por Agência Anhanguera de Notícias

O cartunista Junião, criador da personagem Dona Isaura, entre outros

Cedoc/RAC

O cartunista Junião, criador da personagem Dona Isaura, entre outros

Está em cartaz até 30 de janeiro de 2015, na Biblioteca Municipal “Prof. Ernesto Manoel Zink”, em Campinas, a exposição 'Os Negros nas Histórias em Quadrinhos. A mostra conta com uma galeria de personagens negros mais conhecidos desde o surgimento das HQs como o Yellow Kid (garoto amarelo), super-heróis, personagens brasileiros e quadrinhos polêmicos.

A Biblioteca recebeu tirinhas de artistas como Djota Carvalho, autor de 'Só Dando Gizada' (publicada diariamente no Caderno C do Correio Popular); Bira Dantas, autor de 'Escorpião de Prata' e 'Tatuman'; e Junião, criador de Dona Isaura.

 

Numa das tirinhas da exposição, de Djota, os personagens contam a história do surgimento de personagens negros nos quadrinhos brasileiros. O primeiro foi Azeitona, que fazia parte do trio com Reco-Reco e Bolão de Luiz Sá. A partir dos anos 1960 e 70, vieram o Pererê, de Ziraldo, o Pelezinho (inspirado no astro do futebol Pelé) e o Jeremias, os dois últimos de Maurício de Sousa.

Os autores

 

Dario Djota Carvalho é jornalista, mestre em Educação e cartunista desde 2002, quando começou a publicar 'Só Dando Gizada' no Correio Popular. É autor de livros como 'A Educação Está no Gibi' e 'Escola de Sacis'.

Bira Dantas trabalha com quadrinhos desde 1979. Foi desenhista do gibi 'Os Trapalhões' e colaborou com revistas como Pântano, Tralha, Porrada, Megazine, O Pasquim 21 e alguns jornais. Atualmente é professor de desenho na Pandora Escola de Arte em Campinas e produz as tiras do Tatuman.

 

Junião é formado em artes visuais e desenha profissionalmente há 19 anos. Trabalhou durante 11 anos no Diário do Povo, em Campinas, e n’O Estado de S. Paulo e Folha de S. Paulo. Atualmente faz charges sobre esportes e ilustração para livros.

 

Serviço

 

Exposição 'Os Negros nas Histórias em Quadrinhos'

Até 30/1/2014, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h (menos no período entre entre 22 de dezembro e 12 de janeiro, quando a Biblioteca estará fechada)

Na Biblioteca Municipal “Professor Ernesto Manoel Zink” (Rua Benjamin Constant, 1.633 - Centro) - Campinas. Telefone: 2116-0423)

Entrada franca

Escrito por:

Agência Anhanguera de Notícias