Publicado 22 de Abril de 2014 - 5h00

O artista chinês Ai Weiwei é tema do filme do diretor dinamarquês Andreas Johnsen

Divulgação

O artista chinês Ai Weiwei é tema do filme do diretor dinamarquês Andreas Johnsen

Por três dias, a partir desta terça-feira (22) até quinta (24), os campineiros terão a chance de assistir a algumas das principais atrações do 'É Tudo Verdade – 19º Festival Internacional de Documentário', que terminou dia 13 em São Paulo e no Rio. Trata-se de uma minimostra com oito filmes da edição nacional caracterizada pela diversidade temática, estilística e geracional, segundo a produção do evento, e que será realizada na CPFL Cultura, com entrada franca — acesso por ordem de chegada.

Uma das atrações será a exibição de 'Homem Comum', de Carlos Nader, vencedor da edição 2014 da competição brasileira de longa e média-metragem. O prêmio Janela para o Contemporâneo, no valor de R$ 100 mil, é oferecido pela CPFL. Além de consagrado pelo júri oficial, o documentário ganhou também o Prêmio da Associação Brasileira de Críticos de Cinema – Abraccine. O documentário (Brasil, 2014) inicia oficialmente a minimostra, nesta terça, 19h (veja a programação completa abaixo). A abertura terá a presença do diretor do festival, Amir Labaki.

'Homem Comum' mostra a convivência cotidiana de quase 20 anos do cineasta paulista com o caminhoneiro paranaense Nilson de Paula (e a família dele), que transporta porcos pelo Brasil. A estrutura do filme é ficcional, mas as imagens são documentais.

 

O primeiro filme do dia, às 17h, é 'De Gravata e Unha Vermelha', de Miriam Dhnaiderman (Brasil, 2014), que mostra diversos personagens transsexuais, transgêneros e crossdressings que procuram “construir a própria identidade a partir da escolha de gênero”.

Completa a programação, às 21h, 'Ai Weiwei: O Caso Falso', do dinamarquês Andreas Johnsen (2013), que acompanha o artista chinês Ai Weiwei por mais de um ano, após a detenção dele por três meses, e examina os métodos pelos quais ele lida com as restrições impostas pelo governo.

 

Na quarta (23), os destaques são 'Lugares: À Procura de Rusty James' (Alberto Fuguet, Chile), sobre os 30 anos depois do lançamento de 'O Selvagem da Motocicleta', retrato das influências exercidas pelo filme de Francis Ford Coppola, no Chile de Pinochet; e 'Sobre a Violência' (Göran Hugo Olsson. Suécia, EUA, Dinamarca, Finlândia, 2014), sobre as lutas de independência de diversos países da África que se desencadearam após a Segunda Guerra Mundial.

 

Na quinta (24), além da reprise de 'Homem Comum', o destaque é '20 Centavos' (Tiago Tambelli, Brasil, 2014), sobre as manifestações de rua, de junho de 2013, em São Paulo, que começaram com a revolta pelo aumento das passagens de ônibus.

E há duas revisões. Na quarta, 'Um Homem Desaparece' (Shohei Imamura, Japão, 1967), que segue o caso de um homem desaparecido e procurado pela noiva, e revela segredos sobre a noiva e o passado da família dela. Na quinta, é a vez de 'Carmen Miranda: Bananas is my Business' (Helena Solberg, Brasil, 1995), sobre a estrela brasileira que conquistou a imaginação e o coração do mundo.

 

Serviço

Extensão do É Tudo Verdade – 19º Festival Internacional de Documentário

A partir desta terça-feira (22) até quinta (24), em diversos horários

Instituto CPFL Cultura - Auditório Umuarama (Rua Jorge Figueiredo Corrêa, 1.632 - Chácara Primavera) - Campinas. Telefone: (19) 3756-8000

De graça, por ordem de chegada, uma hora antes de cada sessão

 

Programação

 

Nesta terça (22):

17h: 'De Gravata e Unha Vermelha', de Miriam Dhnaiderman (Brasil, 2014)

 

19h: 'Homem Comum', de Carlos Nader (Brasil, 2014)

 

21h: 'Ai Weiwei: o Caso Falso', de Andreas Johnsen (Dinamarca, 2013)

 

Na quarta (23):

17h: 'Lugares: À Procura de Rusty James', de Alberto Fuguet (Chile, 2013)

 

19h: 'Sobre a Violência', de Göran Hugo Olsson (Suécia, EUA, Dinamarca, Finlândia, 2014)

21h: 'Um Homem Desaparece', de Shohei Imamura (Japão, 1967)

Na quinta (24):

17h: 'Carmen Miranda: Bananas is my Business', de Helena Solberg (Brasil, 1995)

 

19h: 'Homem Comum', de Carlos Nader (Brasil, 2014)

21h: '20 Centavos', Tiago Tambelli (Brasil, 2014)