Publicado 10 de Abril de 2014 - 10h36

Engenheiro Demi Getschko é o primeiro brasileiro a ser incluído no Hall da Fama da Internet

Divulgação/Internet Society

Engenheiro Demi Getschko é o primeiro brasileiro a ser incluído no Hall da Fama da Internet

O Brasil passou a fazer parte do Hall da Fama da Internet, prêmio que homenageia personalidades que de alguma maneira contribuíram para a evolução da internet em toda sua história. Demi Getschko, atual diretor do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br) e um pioneiro da internet no Brasil, recebeu, em Hong Kong, a nomeação para a categoria "conectores globais" pela Internet Society (ISOC), que criou o prêmio em 2012. (Confira vídeos abaixo com explicações de Demi Getschko sobre o Marco Civil da Internet): 

Getschko foi nomeado ao lado de outros 23 especialistas ou inovadores de 13 países. Sua contribuição mais lembrada à rede data de 1991, quando, enquanto atuava como coordenador de operações da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa, estabeleceu a primeira conexão à internet no Brasil, entre a Fundação de Amparo à Pesquisa de São Paulo (Fapesp) e a rede Energy Sciences Network, nos Estados Unidos.

Desde 1995, Getschko é conselheiro do Comitê Gestor da Internet (CGI.br). Foi diretor de tecnologia da Agência Estado, empresa do Grupo Estado, e por dois períodos foi diretor da ICANN - entidade americana responsável pela gestão de endereços da web e números IP.

Atualmente, pelo CGI.br, Getschko é um dos responsáveis pela organização do evento internacional que pretende definir o futuro da governança da internet, o NETmundial, a ser realizado em São Paulo, nos próximos dias 23 e 24 de abril.

O Hall da Fama da Internet já premiou indivíduos fundamentais para a história da internet, como Vinton Cerf, cocriador do protocolo TCP/IP; Tim Berners-Lee, criador da World Wide Web; Linus Torvalds, criador do núcleo Linux; Richard Stallman, ativista e responsável pelo nascimento da Fundação do Software Livre; Jimmy Wales, fundador da Wikipedia; o ativista Aaron Swartz, cocriador do RSS e do site Reddit.