Publicado 04 de Novembro de 2013 - 22h02

Túlio, Felipe, Jeferson, Felipe e Erick (à frente), da equipe Urubus

Carlos Sousa Ramos/AAN

Túlio, Felipe, Jeferson, Felipe e Erick (à frente), da equipe Urubus

Uma equipe com 17 estudantes da Faculdade de Engenharia Mecânica da Unicamp ficou em segundo lugar na competição SAE Brasil Aerodesign e vai representar o País no Mundial, que será realizado nos Estados Unidos em abril do ano que vem.

O projeto SAE Aerodesign é um desafio lançado aos estudantes de engenharia de todo Brasil com o objetivo de propiciar a difusão e o intercâmbio de técnicas e conhecimentos de engenharia aeronáutica.

Essa é a segunda vez que a equipe Urubus Aerodesign vence um desafio. “Em 2012, a equipe ficou em quarto lugar, mas essa será a primeira vez que iremos disputar uma prova no Exterior”, disse Túlio Rodarte, um dos integrantes do time.

Os estudantes trabalharam dia e noite durante sete meses na construção de um avião cargueiro radiocontrolado. A aeronave pesa 2,1 quilos e consegue transportar 12kg de carga.

Além de desenhar o projeto, os estudantes têm que construir a aeronave e fazê-la voar, além de conseguir o patrocínio. Feito com fibra de carborno, plástico e materiais leves, o grande desafio dos futuros engenheiros era construir um avião leve, mas que conseguisse transportar o máximo possível de carga.

Apesar do pouco peso, a aeronave tem 2,5 metros de envergadura e chega à velocidade de 72km por hora.

A equipes são desafiadas todos os anos com novos regulamentos, baseados em desafios reais da indústria aeronáutica. Alguns desses desafios são redução de peso por meio de otimização estrutural, instrumentação e ensaios em voo dos protótipos.

As avaliações e classificação das equipes são realizadas em duas etapas: competição de projeto e competição de vôo, onde os projetos são avaliados comparativamente por engenheiros da indústria aeronáutica, com base na concepção e desempenho.

Para a prova de voo, eles contam com um piloto registrado. Os testes têm que ser feitos em pistas de aeromodelismo. Este ano, a competição teve um número recorde de participantes.

Na categoria Regular, em que a Urubus foi premiada, participaram 76 equipes. Além do segundo lugar, que foi inédito, a equipe conquistou ainda a menção honrosa de maior carga levada durante a 15ª edição do torneio.

Para disputar o mundial, será preciso construir um novo modelo para atender às regras da nova competição.

Quem quiser patrocinar o projeto pode entrar em contato pelo e-mail [email protected].