Publicado 07 de Outubro de 2013 - 8h04

Por Da redação

Filhote, provavelmente, caiu de ninho e chamou a atenção de curiosos

Carlos Serafim Martinez/ Foto do leitor

Filhote, provavelmente, caiu de ninho e chamou a atenção de curiosos

Um filhote de falcão carcará, que estava perdido desde domingo (6) no entorno da Prefeitura de Campinas tentando alçar voo, mas sem sucesso, foi resgatado na manhã desta segunda-feira (7) por um veterinário particular depois da denúncia do Correio.com.br. A Polícia Ambiental, responsável por esse tipo de ocorrência, e o Centro de Zoonoses, não atenderam aos telefonemas de um internauta que denunciou o caso a redação do Grupo RAC. O resgate foi feito pelo veterinário do PlanetVet Diogo Siquiera, que é parceiro da Polícia Ambiental, e que recolhe animais silvestres perdidos na cidade. O Correio.com.br ficou sabendo do caso pelo internauta Carlos Serafim Martinez, que mandou fotos para a redação.

Martinez ligou ontem para o Corpo de Bombeiros, que o orientou que ligasse para o Centro de Zoonoses (3245-1219), que não atendeu aos telefonemas.

A reportagem, então, entrou em contato esta manhã com o veterinário, que resgatou o filhote. O carcará está com fungos no bico, porque deve ter sido alimentado pela mãe com lixo, por ser uma ave de rapina generalista que come de tudo. A mãe acompanhou todo resgate de uma árvore.

O falcão foi levado ao PlanetVet, onde será cuidado. Quando estiver são, poderá ser solto, informou o veterinário. A decisão da soltura, entretanto, caberá à Secretaria de Meio Ambiente.

Ainda de acordo com Siqueira, a ave, provavelmente, caiu de um ninho do forro da Prefeitura ou da copa de alguma árvore alta, e, no momento não pode ser solta porque está doente.

Descaso

A reportagem entrou em contato com a Prefeitura, questionando o motivo do Centro de Zoonoses não atender às ligações. De acordo com a veterinária Andrea Vonzuben, do Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa), a qual o zoonoses é subordinado, o telefone do centro está com problemas, mas o conserto já foi pedido. A previsão, ainda segundo a veterinária, é de que esteja funcionando amanhã.

Andrea explicou que o zoonoses não é responsável por esse tipo de ocorrência, mas o é a Polícia Ambiental, que é um órgão do Estado. Entretanto, disse que a Prefeitura pretende criar um departamento de proteção ambiental, para cuidar, inclusive, desse tipo de demanda.

A reportagem ligou pela manhã para a Polícia Ambiental que informou que dos três telefones da corporação (3272-6186/ 3272-5952/ 3273-1056), apenas um está funcionando (3272-6186).

O filhote, perdido, no gramado da Prefeitura

Crédito: Carlos Souza Ramos/ AAN 

O resgate foi feito pelo diretor do PlanetVet, o veterinário Diogo Siquiera

O resgate feito pelo veterinário particular Diogo Siqueira, da PlanetVet

Crédito: Carlos Souza Ramos/ AAN

O animal está com fungos no bico, informou o especialista

Crédito: Carlos Souza Ramos/ AAN

A mãe acompanhou todo resgate de uma árvore.

Crédito: Carlos Souza Ramos/ AAN 

O veterinário Diogo Siqueira, explicando à reportagem o estado de saúde do animal 

Crédito: Carlos Souza Ramos/ AAN

Veja também

Escrito por:

Da redação