Publicado 29 de Janeiro de 2013 - 11h35

Por Correio Popular

Professor Sávio Vianna, da Unicamp

Divulgação Unicamp

Professor Sávio Vianna, da Unicamp

O professor da Faculdade de Engenharia Química da Unicamp, Sávio Vianna, desenvolve na universidade, por coincidência, um trabalho de simulação computacional dinâmica de um incêndio em ambiente fechado, bem como da formação de fumaça tóxica e sua camada letal. O trabalho do pesquisador é usar tal ferramenta para minimizar ou mesmo evitar tragédias como a ocorrida em Santa Maria (RS) no futuro. Na tela do computador, Vianna mostra a simulação do que normalmente acontece em incêndios como na boate Kiss.

O pesquisador informa que a ferramenta também é bastante útil na etapa de projeto, ao considerar informações como o número de pessoas que estarão no ambiente fechado, quantas e onde estarão as saídas, pontos de sprinters e as formas de sinalização. "A ferramenta desenvolvida nos Estados Unidos é usada internacionalmente por universidades, centros de pesquisa e empresas de consultoria justamente para o estudo de incêndios onde ocorre pirose, a queima de sólido”, explica. 

Com informações da assessoria da Unicamp 

Escrito por:

Correio Popular