Publicado 13 de Junho de 2021 - 6h06

Por Estadão Conteúdo

Chapecoense e Ceará entram em campo neste domingo, às 20h30, em busca da reação na temporada, após duras eliminações na Copa do Brasil. Jogando em casa, o time catarinense quer a primeira vitória sob o comando do técnico Jair Ventura. Já o Ceará busca a reabilitação depois de cair diante do arquirrival Fortaleza.

Eliminado pelo ABC no meio de semana, Jair Ventura largou mão do 4-3-3 e colocou o time no 4-4-2. A defesa foi a mais alterada com as entradas de Ignácio e Felipe Santana. Eles ocuparão os lugares de Laércio e Derlan. No meio-campo, a troca foi por Guedes no lugar de Fabinho.

A boa notícia fica por conta do retorno do atacante Perotti, um dos destaques do time no estadual. O atleta está recuperado da covid-19 e deverá ficar como opção no banco de reservas. Por outro lado, o volante Anderson Leite foi vetado pelo departamento médico.

"A Chapecoense é muito grande, representa muita coisa. Falei do meu desejo, imagina quantos outros profissionais têm o desejo de trabalhar aqui. É momento de trabalhar bastante. Não adianta vir dar desculpa ao torcedor. Precisamos trabalhar e dar a volta por cima", discursou Jair Ventura.

A Chapecoense ainda não pontuou no Campeonato Brasileiro. O time estreou com uma derrota em casa, por 3 a 0, para o Red Bull Bragantino. Na rodada seguinte, voltou a levar três gols, desta vez, no revés por 3 a 1 frente ao Palmeiras, em São Paulo.

O Ceará, por sua vez, estreou com vitória, por 3 a 2, sobre o Grêmio. Na rodada passada, no entanto, perdeu para o Santos, por 3 a 1, na Vila Belmiro. Mais doido, porém, foi a derrota por 3 a 0 para o rival Fortaleza e que resultou na eliminação na Copa do Brasil.

Incomodado com a nova eliminação, o técnico Guto Ferreira terá reforços importantes para o duelo. Por causa de um efeito suspensivo, Guto Ferreira poderá contar com o lateral Gabriel Dias, além dos atacantes Jael e Mendoza, todos brigam pela titularidade para o duelo diante do Flamengo. Eles estavam suspensos por causa de uma confusão causada na Copa do Nordeste.

Por outro lado, o treinador segue sem poder contar com Victor Jacaré e Fabinho, ambos vetados pelo departamento médico. Guto Ferreira apoia muito ainda sua confiança em cima de Fernando Sobral e Vina, destaques na temporada passada.

"Tem que forças de se levantar, avaliar o que fizemos de errado e perceber que, infelizmente, o jogo contra o Fortaleza não volta mais. Não tem como recuperar. Saímos com uma dor muito forte, mas essa dor tem que ser transformada em força para que contra a Chapecoense possamos fazer muito melhor do que fizemos e buscar a vitória", prometeu Guto Ferreira.

Escrito por:

Estadão Conteúdo