Publicado 12 de Maio de 2021 - 9h19

Por Ângelo Barioni/Correio Popular

Um estudo realizado pela Sports Value analisou os impactos da pandemia do novo coronavírus nos 20 clubes de maior receita no Brasil. A crise financeira das equipes, que já era delicada, se tornou ainda mais grave. A pesquisa apontou que 2020 foi o pior ano da história em termos financeiros para os times nacionais. Houve uma redução de 19,5% nas receitas, cerca de R$ 1 bilhão. A queda ocorreu, principalmente, nos valores que envolvem bilheteria e direitos de TV.

 

Intenção

Com as receitas menores, as dívidas dos 20 clubes tiveram alta de 17% em relação a 2019, chegando a R$ 10,2 bilhões, o maior valor da história. O time mais endividado do país no momento é o Atlético-MG, o primeiro a chegar à marca de R$ 1,2 bilhão. O "top 3" ainda conta com Cruzeiro, com R$ 962,5 milhões, e Corinthians, com R$ 949,2 milhões. O momento conturbado exige nova postura por parte das equipes que precisam frear os gastos.

 

FRASE

"Estou descansando e é aquilo que falei: daqui a pouco vou voltar" (Renato Gaúcho, ex-treinador do Grêmio sobre propostas recebidas)

Premiação

Em caso de classificação à semifinal do Campeonato Paulista, o Guarani garante premiação mínima de R$ 595 mil pela quarta melhor campanha no geral. Para isso, Bugre precisa vencer o Mirassol, fora de casa, em jogo único nas quartas de final.

Premiação 2

Dono da oitava melhor campanha na tabela, o Bugre já tem, pelo menos, R$ 280 mil garantidos como bônus. Ou seja, a decisão em Mirassol, onde Alviverde só venceu apenas uma vez na história, representa R$ 315 mil líquidos.

Vale Copa

Além de encher o bolso para honrar os compromissos mensais junto ao elenco, o Guarani, em caso de vaga na semifinal, praticamente confirma vaga na Copa do Brasil de 2022. Na última participação no torneio nacional, time campineiro caiu diante do Avenida-RS na primeira fase.

Definição

Em semana decisiva para a definição de seu futuro, Dudu tem viagem marcada para passar férias no Brasil. Com a eliminação do Al-Duhail da Emir Cup na última segunda-feira (10), a temporada do clube árabe se encerrou e o próximo compromisso do atacante no Catar seria somente em setembro, já pela temporada 2021-22.

A caminho

O Al-Duhail tem até sábado (15) para comunicar ao Palmeiras se efetuará a compra de 80% dos direitos econômicos de Dudu por 6 milhões de euros (aproximadamente R$ 38 milhões, na cotação atual), valor estipulado no contrato assinado entre os dois clubes. Se optar pela compra, o time catari terá mais 15 dias para transferir o dinheiro.

Radar Tricolor

O São Paulo analisa dois jogadores que atuam na Argentina e um colombiano. O Tricolor também observa centroavantes que estão disputando o Campeonato Paulista visando reforçar o elenco para o Brasileirão.

Negociação

A situação envolvendo Kaio Jorge e o Santos ganhou mais um capítulo. Com contrato até dezembro de 2021, a negociação está emperrada. Porém, o presidente Andrés Rueda tem falado sobre a possibilidade de o jogador ser vendido ao futebol europeu. A negociação pode ser concluída a qualquer momento.

 

Artilharia

O atacante Moisés encerrou a primeira fase do Paulistão como artilheiro da Ponte Preta com seis gols marcados. O jogador que mais balançou as redes no geral foi Bruno Mezenga, da Ferroviária.

Compromissos

A Ponte Preta estreia amanhã (13) no Troféu do Interior, competição importante que dá vaga na Copa do Brasil ao campeão. Ainda nesse mês, possivelmente dia 29, a Macaca começa a trajetória na Série B. Primeiro jogo será contra o Brusque fora de casa.

Classificado

O Corinthians começou bem sua participação nas quartas de final contra a Internacional de Limeira, nesta terça-feira na Arena Neo Química. A vitória por 4 a 1 é mérito principalmente de Vagner Mancini que tem trabalhado com paciência e tranquilidade. Aliás, o esquema utilizado pelo técnico, a partir do jogo contra o São Paulo, com a utilização de três zagueiros, é a importante mudança utilizada para garantir nova postura ao time. Também as jogadas ensaiadas e bem executadas fazem o Corinthianas colher bons resultados.

Escrito por:

Ângelo Barioni/Correio Popular