Publicado 16 de Maio de 2021 - 7h55

Por Estadão Conteúdo

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, destacou nesta sexta-feira que Brasil assinou neste dia 14 de maio um acordo para adquirir mais 100 milhões de doses da vacina da Pfizer contra a covid-19. "Estamos vendo a vacinação avançando em muitos lugares. Muitos países têm mais doses do que são necessários. Alguns estão exportando vacinas, outros estão produzindo seus próprios imunizantes. Se você for mais rápido, consegue recuperar o tempo perdido", afirmou, em palestra no Latin America Disruptive Tech Founders & CEO Virtual Summit 2021, promovido pelo Bank of America.

Segundo Campos Neto, em 1º julho o Brasil deve ter a maior parte da população com mais risco já vacinada, permitindo uma abertura maior da economia.

Escrito por:

Estadão Conteúdo