Publicado 13 de Maio de 2021 - 10h40

Por Estadão Conteudo

Carlos Murillo era gerente geral da Pfizer no Brasil durante o ano passado

Reprodução/TV Senado

Carlos Murillo era gerente geral da Pfizer no Brasil durante o ano passado

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid no Senado abriu na manhã desta quinta-feira, 13, a sessão em que irá ouvir representante da farmacêutica Pfizer. Quem deve falar à CPI é o gerente geral da farmacêutica para a América Latina, Carlos Murillo. Ele era gerente geral da Pfizer no Brasil durante o ano passado.

AO VIVO: CPI da covid ouve Pfizer sobre negociação de vacinas com o Brasil

A oitiva de Murillo ganhou novos contornos após o depoimento ontem do ex-secretário de Comunicação e empresário Fábio Wajngarten que colocou em xeque o Palácio do Planalto. A farmacêutica cobrou uma resposta do governo em setembro do ano passado sobre uma proposta que havia sido feita ao Ministério da Saúde.

A correspondência, assinada pelo CEO da Pfizer, Albert Bourla, teria ficado sem resposta até novembro, de acordo com o ex-secretário. O depoimento de hoje poderá ajudar a esclarecer quantas foram as doses oferecidas e como correu o diálogo com o governo federal.

Escrito por:

Estadão Conteudo